Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Chuva deixa Alqueva a três metros do máximo

Num mês, o ‘Grande Lago’ recebeu 718 mil milhões de litros de água e subiu à cota de 148,72 metros.
Alexandre M. Silva 28 de Março de 2018 às 08:53
Cota de Alqueva subiu quatro metros em apenas um mês. Está atualmente a três metros da sua capacidade máxima
Cota de Alqueva subiu quatro metros em apenas um mês. Está atualmente a três metros da sua capacidade máxima FOTO: Hugo Rainho
No último mês, a chuva não deu tréguas em todo o território nacional e deixou muitas das barragens próximas da sua capacidade máxima. A albufeira do Alqueva estava na cota dos 144,86 metros no dia 28 de fevereiro. Mas, desde então, recebeu mais de 718 mil milhões de litros de água, o que fez subir a cota do ‘Grande Lago’ para os 148,72, ficando a apenas três metros da sua capacidade máxima.

Um cenário que não levanta restrições aos beneficiários dos mais de 120 mil hectares do perímetro de rega de Alqueva e que deixou otimistas os agricultores de outras zonas do Alentejo, uma vez que a próxima campanha de regadio ficou praticamente assegurada e já poderão apostar em culturas de tomate ou milho.

Mas há ainda barragens que foram afetadas pela seca que não recuperaram na totalidade. A Vigia, no concelho de Redondo, passou dos 13% para os 43% da capacidade máxima. Volume que obriga ainda a restrições de 30% na campanha de regadio.

"Ou os agricultores reduzem em 30% a sua área de regadio ou limitam em 30% a utilização da água para regar", refere Luís Bulhão Martins, responsável da Associação de Beneficiários da Obra da Vigia, que conta com uma centena de agricultores.

Em melhor situação estão os 106 agricultores beneficiários do perímetro de rega do Lucifécit, no concelho do Alandroal. Esta albufeira já atingiu a sua capacidade máxima e irá permitir que decorra uma campanha de rega normal.

"Este ano, a campanha de rega está assegurada. Em 2019, logo se vê", afirmou Gonçalo Morais Tristão, presidente da Associação de Beneficiários do Lucifécit.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)