Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

Clínica dá a bombeiros 1 euro por árvore plantada

Iniciativa contribui para repor as árvores queimadas pelos incêndios e pretende ajudar três corporações.
Fátima Vilaça 23 de Novembro de 2017 às 08:34
Campanha solidária em Mondim de Basto distribuiu mais de 300 pinheiros e o dinheiro será entregue aos bombeiros
Campanha solidária em Mondim de Basto distribuiu mais de 300 pinheiros e o dinheiro será entregue aos bombeiros FOTO: Direitos Reservados
Uma clínica médica de Celorico de Basto vai oferecer mil árvores à população para repor as que foram queimadas pelos incêndios do verão e início do outono. A iniciativa tem, além do caráter ambiental, objetivos solidários. Por cada árvore plantada pela população, gratuitamente, a clínica vai oferecer um euro aos bombeiros.

A distribuição de pinheiros começou ontem, em Mondim de Basto. Prossegue no sábado, em Amarante, e a 9 de dezembro será a vez de Celorico de Basto.

"É impossível ficar indiferente ao que aconteceu às nossas florestas no verão e início de outono. Milhares de árvores queimadas e florestas destruídas. Sentimos, por isso, necessidade de alertar as pessoas para este drama e para a urgência de reflorestar o País", explicou o médico dentista Rui Monterroso, dono da Campus Clinic, promotora da iniciativa.

A ideia de apoiar os bombeiros nasceu quase em simultâneo. "É indiscutível o papel que os bombeiros voluntários tiveram nos incêndios e têm no dia a dia das populações", referiu o clínico. Decidiu, então, promover três iniciativas para distribuição de várias espécies de árvores, onde tem clínicas abertas.

"São mais de mil árvores em cada uma das campanhas porque o nosso objetivo é dar, pelo menos, mil euros a cada uma das corporações de bombeiros", especificou Rui Monterroso.

Ontem, em Mondim de Basto, já foram distribuídos os primeiros pinheiros. No sábado, a iniciativa decorre em Amarante, a partir das 11h00, e no dia 9 de dezembro em Fervença, Celorico de Basto.

As entregas serão acompanhadas pelos bombeiros das três corporações.
Ver comentários