Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Comerciantes da Leça da Palmeira criticam falta de luz na marginal

Donos de bares queixam-se de abandono por parte da autarquia e pedem um calçadão.
Nelson Rodrigues 11 de Julho de 2019 às 08:18
Emília Torrinha, comerciante de um bar, aponta duras críticas ao estado atual da marginal
Marginal foi projetada pelo arquiteto Siza Vieira e inaugurada já há mais de uma década
Emília Torrinha, comerciante de um bar, aponta duras críticas ao estado atual da marginal
Marginal foi projetada pelo arquiteto Siza Vieira e inaugurada já há mais de uma década
Emília Torrinha, comerciante de um bar, aponta duras críticas ao estado atual da marginal
Marginal foi projetada pelo arquiteto Siza Vieira e inaugurada já há mais de uma década
A falta de iluminação noturna e a gravilha que integra o passeio junto à linha da costa - que impede a prática de desportos e põe em causa a segurança das crianças que ali brincam - são apenas algumas das críticas feitas por comerciantes da praia de Leça da Palmeira, Matosinhos, ao estado em que se encontra a marginal, desenhada pelo arquiteto Siza Vieira.

"À noite, por exemplo, quem anda pela marginal não vê nada. É só escuridão. As únicas luzes que existem estão na estrada, não no passeio junto à praia", referiu ao Correio da Manhã a comerciante Emília Torrinha.

"As praias de Leça da Palmeira foram abandonadas pela câmara. Na minha zona, não há entrada de acesso a deficientes. Já fui à câmara e pedem-me alvarás para tudo. Muitas licenças. Uma confusão e muito tempo perdido. Nem os carrinhos de bebé podem vir aqui. E tudo isto faz a clientela fugir. Nem transporte público há para quem quer vir para a praia", indicou a proprietária do Beijo Bar.

Mas o que mais atormenta os comerciantes mesmo é a marginal. "Estas pedrinhas não dão para andar sequer de skate. E as crianças? Não podem correr porque, se caem, ficam logo magoadas. Porque não temos uma marginal igual à de Matosinhos?", questiona Emília Torrinha. Realça também que, nas praias de Leça da Palmeira, não há "muita animação durante o verão".

O CM contactou a Câmara de Matosinhos, mas não obteve resposta. O projeto de Siza Vieira foi inaugurado há mais de 10 anos, sendo que as obras duraram mais de dois anos.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)