Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Concelhos pobres esquecidos em apoios para a reabilitação

Municípios de Alcoutim, Aljezur, Monchique e Vila do Bispo ficaram fora dos apoios comunitários para recuperar zonas urbanas.
José Carlos Eusébio 30 de Abril de 2016 às 06:00
Alcoutim foi um dos concelhos algarvios que ficou de fora do Plano de Ação de Regeneração Urbana
Alcoutim foi um dos concelhos algarvios que ficou de fora do Plano de Ação de Regeneração Urbana FOTO: DR
Alcoutim, Aljezur, Monchique e Vila do Bispo, considerados como os concelhos mais desfavorecidos do Algarve, ficaram fora dos apoios para a reabilitação urbana, que contemplam verbas comunitárias. Existe agora a promessa de serem criados mecanismos específicos para estes municípios não abrangidos por Planos de Ação de Regeneração Urbana (PARU), mas ainda nada está formalizado.

"Nós fomos apanhados de surpresa", confessa Osvaldo Gonçalves, presidente da Câmara de Alcoutim, adiantando que as zonas do interior são aquelas em que "existem mais espaços abandonados e a necessitar de reabilitação, devido ao êxodo de população".

Depois da surpresa inicial, o autarca revela que a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) do Algarve deu a garantia de que serão criados mecanismos para ter acesso a fundos específicos para estes concelhos, que deverão mesmo facultar condições mais favoráveis, como, por exemplo, já não ser exigida a componente privada de financiamento. "Acreditamos na palavra que nos foi dada pela CCDR, pelo que aguardamos agora saber de que forma esses apoios serão efetivados", salienta Osvaldo Gonçalves.

Em Vila do Bispo, o presidente da autarquia, Adelino Soares, garante que esta Câmara já está "a avançar com a delimitação das áreas de reabilitação urbana na expectativa de que, entretanto, esses mecanismos de apoio sejam criados".

Os restantes municípios do Algarve que têm áreas de reabilitação urbanas aprovadas têm acesso a 14 milhões de euros de fundos comunitários.

Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)