Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1

Crime de incêndio sobe 86% este ano em Braga

Em 10 meses, houve 1385 crimes de fogo florestal no distrito, mais 641 do que em 2016.
25 de Novembro de 2017 às 09:40
A carregar o vídeo ...
Crime de incêndio sobe 86% este ano em Braga
Nos primeiros dez meses deste ano, o Comando Territorial de Braga da GNR registou 1385 crimes de incêndio florestal - mais 641 do que no mesmo período de 2016. O crescimento de 86% foi divulgado ontem pelo comandante distrital da GNR de Braga, Paulo Soares, na cerimónia do Dia da Unidade, que sublinhou que este foi o único crime que aumentou este ano.

Os crimes de condução com taxa-crime de álcool registados foram 926, menos 44 do que em igual período do ano passado.

No discurso, que antecedeu a condecoração de dez militares, o comandante destacou ainda o decréscimo de da criminalidade que atinge crianças, idosos e as vítimas de violência doméstica. "Também aqui constato, com satisfação, que a atividade desenvolvida, e que diz respeito aos programas de apoio a vítimas específicas e ao policiamento de proximidade e visibilidade, vem produzindo os seus resultados positivos, a que não é alheio o esforço e dedicação dos militares mais diretamente ligados a estas atividades", referiu.

Quanto à violência doméstica, os números mantêm-se: 1004 denúncias este ano, menos uma do que em 2016. "Estes registos, apesar de encorajadores, não nos deixam tranquilos", disse ainda Paulo Soares, lembrando que "os criminosos estão sempre um passo à frente" e que, por isso, as forças da autoridade não podem "baixar os braços".
Quanto à sinistralidade rodoviária, os valores são próximos dos do ano passado. "É de salientar a redução do número de mortes e feridos graves", destacou o comandante distrital da GNR de Braga, cuja atividade abrange cerca de 630 mil cidadãos.
incêndio Braga fogo floresta crime
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)