Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1

Docapesca promete mudança de escadas devido a perigo iminente

Organismo que gere portos de pesca investe 35 mil euros nos próximos dois meses. Pescadores sentem-se inseguros no porto quando chegam a terra
Diana Santos Gomez 12 de Setembro de 2018 às 10:35
Escadas causam perigo aos pescadores
Escadas causam perigo aos pescadores FOTO: Nuno Alfarrobinha
A Docapesca assegura que nos próximos dois meses serão instaladas dez novas escadas de aço numa das pontes de cais do porto da Baleeira, em Sagres.

A garantia foi dada ao CM pela administração do organismo que gere o porto algarvio, depois da Associação de Armadores de Pesca e Junta de Freguesia de Sagres terem revelado o estado de degradação da infraestrutura marítima.

Segundo explicou ao CM Sérgio Faias, administrador da Docapesca, vão ser investidos 35 mil euros para substituir algumas das escadas degradadas. Quantos aos passadiços, "já existem projetos para os reabilitar", referindo que em 2019 será feito um investimento de um milhão e 200 mil euros. Cerca de 900 mil euros foram investidos nos últimos quatro anos.

Sérgio Faias enumera alguns exemplos: "Foi colocado um cais flutuante; instalada uma nova grua para descarga de pescado; a atual lota e antiga foram reabilitadas e foi ainda reforçada a iluminação do Porto".

Em relação à área dos passadiços ainda nada foi concretizado, apesar de ser o que mais preocupa os pescadores, sobretudo no inverno.

Paulo Guerreiro, vice-presidente da Associação dos Armadores de Pesca de Sagres contou ao CM que, recentemente, "um pescador foi cortado pelo cimento e teve de levar pontos".

Paulo Guerreiro trabalha há 40 anos no mar e não entende "como é que os pescadores são pressionados, todos os dias, com fiscalizações de segurança no mar e chegam a terra e sentem-se inseguros", lamentando que "estão a ser desprezados".

A associação pede uma ação urgente para que a vida dos pescadores não seja colocada em risco.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)