Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Dois anos após estragos provocados pela tempestade ‘Leslie’ falta o apoio prometido

Temporal atingiu sobretudo a região Centro do País e provocou prejuízos na ordem dos 120 milhões de euros.
Ana Maria Ribeiro 12 de Outubro de 2020 às 08:56
Casa do Povo da Abrunheira, em Montemor-o-Velho, ainda convive com os efeitos da tempestade ‘Leslie’
Casa do Povo da Abrunheira, em Montemor-o-Velho, ainda convive com os efeitos da tempestade ‘Leslie’ FOTO: Paulo Novais
A tempestade ‘Leslie’, que em outubro de 2018 atingiu a região Centro – com o distrito de Coimbra a ser o mais afetado –, provocou prejuízos na ordem dos 120 milhões de euros, mas dois anos passados sobre o sucedido ainda há associações, coletividades e outras entidades do setor social à espera dos apoios prometidos pelo Governo.

Um exemplo é o da Casa do Povo da Abrunheira, em Montemor-o-Velho, que, à passagem da tempestade tropical, ficou sem parte do telhado e sem computadores por ação do vento e da chuva. Os prejuízos nos seus três edifícios, que acolhem 100 utentes, rondaram os 900 mil euros. O seguro cobriu pouco mais de 200 mil e o Estado – através da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) – prometeu mais 300 mil. Segundo o Ministério da Modernização do Estado e Administração Pública, deverão ser disponibilizados "até ao final do ano".

De acordo com a tutela, houve um total de 160 candidaturas a apoio por parte de 17 concelhos afetados, mas o presidente da Câmara de Montemor-o-Velho, Emílio Torrão, queixa-se que o ritmo a que as verbas estão a chegar é "muito lento".

No setor agrícola, a situação é melhor e a maior parte dos apoios prometidos pelo Estado já foram executados. A maioria dos agricultores recuperaram e continuaram a atividade, outros, menos afortunados, desistiram. Pouco depois da passagem da ‘Leslie’, que atingiu Portugal na noite de 13 para 14 de outubro, o Governo abriu uma linha de apoio na área agrícola, a fundo perdido, de 15 milhões de euros e duas linhas de crédito, no valor global de cinco milhões de euros.
Leslie Coimbra Centro Governo Estado política autoridades locais ajuda externa
Ver comentários