Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Dois milhões de fiéis vão sexta-feira e sábado rezar aos cemitérios

Flor mais vendida, o crisântemo, custa no Algarve o dobro do resto do País.
Secundino Cunha 1 de Novembro de 2019 às 10:05
Milhões de portugueses fazem romagem aos cemitérios
Maria Dias vende flores em Agramonte, no Porto
Floristas em Lisboa queixam-se das vendas
Cristina Vieira, algarvia, fala de negócio “muito fraco”
Venda de flores em Braga
Milhões de portugueses fazem romagem aos cemitérios
Maria Dias vende flores em Agramonte, no Porto
Floristas em Lisboa queixam-se das vendas
Cristina Vieira, algarvia, fala de negócio “muito fraco”
Venda de flores em Braga
Milhões de portugueses fazem romagem aos cemitérios
Maria Dias vende flores em Agramonte, no Porto
Floristas em Lisboa queixam-se das vendas
Cristina Vieira, algarvia, fala de negócio “muito fraco”
Venda de flores em Braga
O dia de Finados, ou Fiéis Defuntos, assinala-se amanhã, mas é sobretudo esta sexta-feira, dia de Todos os Santos e feriado, que cerca de dois milhões de portugueses participam nas cerimónias religiosas que decorrem nos cemitérios.

O trânsito vai ser intenso nas principais vias do País e a GNR montou uma operação especial, já que centenas de milhares de pessoas residentes nas grandes cidades vão às suas terras natal velar os familiares falecidos.

A chuva esperada em boa parte do País está a estragar o negócio das flores. Fernanda Monteiro, vendedora no cemitério de Benfica, em Lisboa, assegura que, "quem há dez anos gastava 50 euros, hoje gasta cinco".

Silvana Viana, que há quatro décadas vende flores em Braga, assegura que "nos últimos dez anos este negócio caiu para um terço".

Já a florista Dulce Sena, da Covilhã, que é da mesma opinião, assegura que "o crisântemo é a flor que mais se vende". Curiosamente, custa 1 euro em Lisboa, Porto ou Braga e dois euros no Algarve. Cristina Vieira, de Portimão, considera que há menos clientes por causa das grandes superfícies.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)