Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

Edição especial de selos com arcebispos de Braga

Correios imprimem 125 mil exemplares dos selos com as figuras de S. Martinho de Dume, S. Frutuoso e S. Geraldo.
Fátima Vilaça 23 de Outubro de 2018 às 09:31
Selos dos arcebispos de Braga possuem  valor facial de 53 cêntimos. Existem 125 mil exemplares
Selos dos arcebispos de Braga possuem  valor facial de 53 cêntimos. Existem 125 mil exemplares
Selos dos arcebispos de Braga possuem  valor facial de 53 cêntimos. Existem 125 mil exemplares
Selos dos arcebispos de Braga possuem  valor facial de 53 cêntimos. Existem 125 mil exemplares
Selos dos arcebispos de Braga possuem  valor facial de 53 cêntimos. Existem 125 mil exemplares
Selos dos arcebispos de Braga possuem  valor facial de 53 cêntimos. Existem 125 mil exemplares
Selos dos arcebispos de Braga possuem  valor facial de 53 cêntimos. Existem 125 mil exemplares
Selos dos arcebispos de Braga possuem  valor facial de 53 cêntimos. Existem 125 mil exemplares
Selos dos arcebispos de Braga possuem  valor facial de 53 cêntimos. Existem 125 mil exemplares
Selos dos arcebispos de Braga possuem  valor facial de 53 cêntimos. Existem 125 mil exemplares
Selos dos arcebispos de Braga possuem  valor facial de 53 cêntimos. Existem 125 mil exemplares
Selos dos arcebispos de Braga possuem  valor facial de 53 cêntimos. Existem 125 mil exemplares
Foi esta segunda-feira colocada à venda, em cinco estações dos CTT - Lisboa, Porto, Braga, Ponta Delgada e Funchal -, uma edição especial de selos que pretende homenagear três Arcebispos de Braga.

A comercialização destes novos selos coincide com a data em que a Arquidiocese de Braga celebra o seu principal padroeiro, o antigo arcebispo S. Martinho de Dume. S. Frutuoso e S. Geraldo são os outros chefes máximos da Igreja bracarense a figurar nestas estampas que têm o valor facial de 53 cêntimos.

A edição filatélica conta com apenas 125 mil exemplares e vem corrigir uma edição semelhante feita em 2017, mas que foi impressa com um erro. Fonte dos CTT refere em comunicado que os selos dedicados aos três antigos Arcebispos "são agora reemitidos depois de em 2017 as legendas dos mesmos terem saído trocadas, num registo invulgar em filatelia".

Para se perceber que se trata de uma nova versão, os CTT optaram por usar imagens diferentes. "Os selos apresentam uma composição cromática e expressão diferente da dos de 2017, de forma a ser possível identificar, de imediato, de que se trata de uma nova versão", explicam os CTT.

São Martinho de Dume, natural da Hungria, chegou a Braga em 550 tendo fundado o Mosteiro de Dume. Assumiu as funções de Arcebispo, em 556 e manteve-se em funções até 579. São Frutuoso, natural da região da Galiza, quando chegou a Dume, em 656, já tinha fundado uma série de mosteiros na atual Espanha.

São-lhe atribuídos vários milagres, alguns feitos em vida. São Geraldo, monge francês, tomou posse no ano de 1096, quando a Sé de Braga estava em construção.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)