Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Eletrificação da linha férrea do Algarve até final de 2020

Infraestruturas de Portugal quer lançar o concurso este ano e começar a obra em 2019.
José Carlos Eusébio 8 de Abril de 2018 às 09:58
Linha férrea
Linha férrea
Linha férrea
Linha férrea
Linha férrea
Linha férrea
A linha férrea do Algarve deverá ser eletrificada até ao final de 2020, num investimento de 57 milhões de euros que será comparticipado a 85% por fundos comunitários. Está ainda em estudo a ligação ao Aeroporto de Faro.

A obra de eletrificação abrange os troços Tunes-Lagos e Faro-Vila Real de Santo António, num total de 100 quilómetros (o troço Tunes-Faro já está eletrificado). "Prevemos poder lançar as empreitadas durante o ano de 2018, começar a obra até final de 2019 e concluir a empreitada até final de 2020", disse, na passada sexta-feira, o vice-presidente da Infraestruturas de Portugal (IP), Carlos Fernandes, após a apresentação do projeto em Faro.
O prazo de conclusão das obras, no entanto, poderá sofrer algum atraso, caso seja necessário avançar com uma avaliação de impacte ambiental, situação que está a ser analisada pela Agência Portuguesa do Ambiente.

A eletrificação da linha acarreta "um conjunto de benefícios, como redução de tempo, redução de custos ferroviários ou redução de acidentes", frisou Carlos Fernandes, da IP.

Entretanto, a IP vai efetuar um estudo sobre a possibilidade de ligação da linha férrea ao Aeroporto de Faro, no âmbito do próximo quadro comunitário 2020-2030. Esta obra tem um custo estimado em cerca de 25 milhões de euros, valores que são "importantes, mas não proibitivos", salientou Carlos Fernandes. "Aquilo que me dizem é que não é tanto um problema de montante financeiro, mas essencialmente ambiental. Temos de encontrar solução", segundo explicou o vice-presidente da IP.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)