Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

Eletrificação de 57 quilómetros da via férrea do Algarve em consulta pública

Estudo de impacte ambiental está em consulta pública até ao dia 17 de janeiro de 2020.
José Carlos Eusébio 5 de Dezembro de 2019 às 09:10
Linha férrea do Algarve só tem 38,5 quilómetros eletrificados, faltando ainda intervir na maior parte da ferrovia
Linha férrea do Algarve só tem 38,5 quilómetros eletrificados, faltando ainda intervir na maior parte da ferrovia FOTO: Nuno Alfarrobinha
O estudo de impacte ambiental do projeto de eletrificação da linha férrea do Algarve entre Faro e Vila Real de Santo António entra em consulta pública a partir desta quinta-feira e até 17 de janeiro do próximo ano. Está em causa um troço de 57,4 quilómetros. A Infraestruturas de Portugal refere que "está igualmente em curso o desenvolvimento do projeto para a eletrificação do troço Tunes-Lagos".

Atualmente, apenas se encontra eletrificada a linha entre Tunes e Faro, com uma extensão de 38,5 quilómetros, faltando ainda fazer o mesmo nos restantes 101 quilómetros da ferrovia da região.

O projeto em consulta pública prevê a transformação da passagem de nível existente junto à estação de Tavira numa travessia apenas para peões, sendo construída, como alternativa, uma passagem inferior à linha férrea. Estão ainda previstas intervenções em alguns taludes e nas coberturas do cais de mercadorias de Faro e Vila Real de Santo António, e nas de passageiros da estação de Olhão. No troço a eletrificar existem seis estações e oito apeadeiros.

"O atual traçado de via não será objeto de intervenção, pelo que se mantêm as atuais velocidades de circulação, pontualmente superiores a 100 quilómetros/hora", segundo os documentos consultados pelo CM.

Foi elaborado um estudo que indica que a modernização de toda a linha férrea algarvia permitirá, no prazo de cerca de 20 anos, captar aproximadamente 373 mil passageiros por ano.

A eletrificação da ferrovia tem vindo a registar significativos atrasos. Em 2018, o então ministro do Planeamento e Infraestruturas, Pedro Marques, tinha anunciado que os primeiros concursos da obra deviam ser lançados ainda nesse ano, o que não aconteceu.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)