Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

Encosta de Coimbra em perigo de derrocada

Moradores querem medidas para evitar uma tragédia na zona de Santa Clara.
Mário Freire 3 de Dezembro de 2018 às 08:48
Moradores do Vale do Inferno
Sinal de perigo
Moradores do Vale do Inferno
Sinal de perigo
Moradores do Vale do Inferno
Sinal de perigo
A instabilidade de uma encosta e a queda permanente de pedras, algumas de grande dimensão, deixam os moradores do Vale do Inferno, na zona de Santa Clara, em Coimbra, com receio de uma derrocada que destrua a única estrada de acesso às suas casas, que também podem vir a ser atingidas.

Os populares já denunciaram o caso diversas vezes à Câmara Municipal, Proteção Civil e Polícia Municipal, entidades que, de resto, se deslocam ao local sempre que chove e caem pedras para a estrada. "Retiram-nas da estrada e colocam fita junto à encosta em perigo", diz Catarina Neves, que mora na rua Nuno de Santa Maria e passa várias vezes ao dia junto à encosta que ameaça desabar.

Na sequência de uma das denúncias dos moradores, os técnicos da autarquia deslocaram-se ao local e reconheceram "a instabilidade da encosta".

A autarquia enviou um ofício aos moradores a informar que iria "notificar o proprietário para fazer obras de sustentação", conta Catarina Neves, que tal como os vizinhos não compreende a inércia das entidades responsáveis pela proteção e segurança das pessoas.

Por ser uma zona com vista privilegiada para a cidade dos estudantes, o local é frequentado diariamente por centenas de pessoas, para contemplar a paisagem, fazer refeições e até namorar.

"Parte das pessoas que aqui vêm não tem noção do perigo", diz Jorge Bernardino, outro dos moradores.

O vizinho João Freitas já viu ali ser dada uma aula prática de Geologia a alunos da Universidade de Coimbra, na qual a arriba era dada "como o exemplo de um risco iminente de desabamento, com várias fendas de instabilidade à vista".

Quem ali mora pede medidas para evitar o que poderá ser uma tragédia.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)