Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
5

Escassez de água afeta freguesia de Pegões no Montijo

Moradores e comerciantes denunciam uma situação que dura há cerca de um mês.
Sofia Garcia 8 de Março de 2020 às 10:15
Reservatório está em obras há várias semanas
Isabel Ferreira queixa-se de que a água mal dá para tomar banho
Rute Azenha diz que problema afeta o negócio
Reservatório está em obras há várias semanas
Isabel Ferreira queixa-se de que a água mal dá para tomar banho
Rute Azenha diz que problema afeta o negócio
Reservatório está em obras há várias semanas
Isabel Ferreira queixa-se de que a água mal dá para tomar banho
Rute Azenha diz que problema afeta o negócio
Um fio de água é o máximo que por estes dias sai das torneiras da população da freguesia de Pegões, Montijo. A autarquia está a fazer obras de higienização e melhoramento no depósito de água e há mais de um mês que a população fica muitas vezes sem água.

Os negócios são os mais afetados. Rute Azenha é proprietária de um salão de cabeleireiro em Pegões-Cruzamento. Há mais de um mês que tem de comprar garrafões de água para lavar os cabelos das clientes. "Tenho pouquíssima água. Todos os dias compro garrafões de cinco litros de água no supermercado, aqueço na cafeteira elétrica e tenho feito assim. É muito complicado, principalmente lavar a cabeça em trabalhos de pintura", desabafa ao CM.

Preparar refeições, fazer tarefas domésticas ou até tomar banho tem sido um desafio para os habitantes de Pegões. "Tomei agora um duche mas apenas com um fio de água. O meu marido chega do trabalho ao final da tarde e nem sequer água tem. Só a partir das 21h00 e é um fiozinho", conta Isabel Ferreira.

O primeiro prazo definido pelos Serviços Municipalizados de Água e Saneamento do Montijo já foi ultrapassado. A expectativa da autarquia é conseguir regularizar a situação até ao dia 11, quarta-feira. "Era imperativo fazer a higienização do depósito de água.

Como alternativa é usado outro depósito para a população. Sabemos que isto causa constrangimentos à população, mas no início do trabalho de limpeza verificámos que havia material que devia ser substituído e por isso o prazo teve de ser alargado", explica o presidente da autarquia, Nuno Canta. A população é aconselhada a fazer uma utilização racional da água.
Pegões política Montijo autoridades locais questões sociais ambiente água
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)