Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1

Feira do Livro no Porto vai debater futuro da Europa e clima

Autarquia explica que quis tornar o evento em muito mais do que uma venda de livros.
Ana Isabel Fonseca 28 de Agosto de 2019 às 09:21
Apresentação do programa da Feira do Livro ocorreu nos jardins do Palácio de Cristal
Apresentação do programa da Feira do Livro ocorreu nos jardins do Palácio de Cristal
Apresentação do programa da Feira do Livro ocorreu nos jardins do Palácio de Cristal
Apresentação do programa da Feira do Livro ocorreu nos jardins do Palácio de Cristal
Apresentação do programa da Feira do Livro ocorreu nos jardins do Palácio de Cristal
Apresentação do programa da Feira do Livro ocorreu nos jardins do Palácio de Cristal
Apresentação do programa da Feira do Livro ocorreu nos jardins do Palácio de Cristal
Apresentação do programa da Feira do Livro ocorreu nos jardins do Palácio de Cristal
Apresentação do programa da Feira do Livro ocorreu nos jardins do Palácio de Cristal
A Feira do Livro do Porto arranca a 6 de setembro nos jardins do Palácio de Cristal, mas não será só dominada pela literatura. Haverá lugar para os pensamentos e ideias e para o debate de grandes temas da atualidade, sempre sob a égide do ensaísta Eduardo Lourenço, que será homenageado nesta 6ª edição.

A história, o futuro da Europa, a globalização e o clima são, de acordo com Rui Moreira, presidente da Câmara do Porto, alguns dos temas debatidos. O edil deu conta da diversidade destas discussões e da urgência de as promover.

"Quisemos fazer da Feira do Livro do Porto mais do que apenas venda de livros", afirmou Rui Moreira, considerando que a feira é agora um festival literário, que divulga novos autores, apresenta cinema e um programa educativo e de animação.

O evento - que dura até ao dia 22 - vai ainda partir do pensamento de Eduardo Lourenço para discutir outros assuntos, que vão desde os aniversários da chegada do Homem à Lua, à queda do Muro de Berlim ou da criação do euro, até à questão da homossexualidade ou ao papel do escritor ator social.

Irá ainda decorrer uma homenagem ao escritor Mário Cláudio pelos seus 50 anos de vida literária. Já o escritor residente será Nuno Costa Santos. Um dos pontos altos passa igualmente pelo encontro com o músico brasileiro Arnaldo Antunes (dos Titãs e Tribalistas) que abordará o panorama atual do Brasil.

A Feira terá 130 pavilhões e regista 87 inscritos: 10 livrarias, 46 editoras e 21 alfarrabistas. Tem um orçamento de 62 500 euros para a programação, 88 mil euros para estruturas e 15 mil para a animação.
Rui Moreira Europa Palácio de Cristal Eduardo Lourenço Eduardo Lourenço literatura animação
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)