Governo garante apoio a viticultores do Douro

Produtores dizem-se discriminados na candidatura a fundos comunitários para a reestruturação de vinhas.
Por Andreia Pinto|29.05.17
Governo garante apoio a viticultores do Douro
Depois de muitos protestos por parte dos viticultores, Governo garante que vai duplicar a dotação orçamental Foto Direitos Reservados
"Valeu a pena a nossa luta." Berta Santos, da Associação dos Vitivinicultores Independentes do Douro (Avidouro) mostra-se satisfeita com a resposta ao protesto dos produtores da região, que se queixam de discriminação na candidatura a fundos comunitários para a restruturação de vinhas ou recuperação de muros. O Governo anunciou, sexta-feira, que vai duplicar a dotação orçamental já para este ano.

"Lamentamos que as candidaturas com área inferior a três hectares e submetidas individualmente estejam a ser reprovadas por falta de dotação orçamental", indicou a dirigente. Os viticultores são ainda obrigados a manter os muros de xisto para preservar a paisagem, que é Património da Humanidade. Outra dificuldade passa pela demora na aprovação dos projetos submetidos ao Programa de Desenvolvimento Rural 2020. Depois de um parecer favorável, muitos dos viticultores avançam com dinheiro próprio, correndo o risco de, depois de uma longa espera em análise, a candidatura seja reprovada.

A Avidouro promete continuar a reclamar a revogação urgente do decreto 152/2014, que extinguiu a Casa do Douro. Defende que haja uma nova associação de direito público, de subscrição obrigatória para todos os viticultores da região. O objetivo é travar o desequilíbrio entre a produção e o comércio no setor.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!