Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Hospitais procuram médicos e enfermeiros

Centro Hospitalar do Algarve está a tentar contratar 25 médicos e 80 enfermeiros.
Rui Pando Gomes 12 de Julho de 2017 às 09:16
Centro hospitalar está a tentar contratar profissionais de saúde para mais de 150 postos de trabalhos
Centro hospitalar está a tentar contratar profissionais de saúde para mais de 150 postos de trabalhos FOTO: Pedro Noel da Luz
O Centro Hospitalar do Algarve (CHA) está a tentar contratar profissionais de saúde para mais de 150 postos de trabalho, entre os quais 80 enfermeiros e 25 médicos. A revelação foi feita ao CM pela administração hospitalar depois de ter sido revelada a escala dos serviços de urgência básica do Algarve, onde durante vários dias não existem clínicos destacados para trabalhar.

Segundo a administração do CHA, "o reforço de recursos humanos nas áreas reconhecidamente carenciadas é uma atividade permanente que constitui um foco da gestão e que continuará a merecer toda a atenção até à estabilização de um quadro permanente que se considere o adequado para cumprir a missão do centro hospitalar".

Durante o verão muitos profissionais de saúde tiram férias. O CM questionou quantos clínicos e enfermeiros estão de férias nesta altura de grande fluxo de turistas na região mas o número não foi revelado.

A administração do CHA assegura, no entanto, que "a organização de todo o trabalho é efetuada com grande rigor, empenho e dedicação por parte dos profissionais de saúde e dos responsáveis dos serviços". Sobre a marcação de férias, garante que "é um processo programado atempadamente num quadro normativo internamente estabelecido".

Segundo a administração hospitalar, "existem rácios de referência a respeitar de forma a limitar o número de profissionais que podem estar em simultâneo de férias num serviço, o que permite aos diretores gerir as suas equipas de forma a garantir que se encontra sempre ao serviço a equipa necessária para prestar os cuidados da sua carteira de serviços".
Centro Hospitalar do Algarve Algarve CHA saúde política questões sociais hospitais
Ver comentários