Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

Investidor quer comprar 50% do Senhor do Bonfim

Manuel Agonia reuniu com investidor estrangeiro para travar eventual encerramento.
Aureliana Gomes 22 de Março de 2018 às 09:19
Hospital Senhor do Bonfim em risco de fechar na sequência de dívidas, incluindo dois meses de atraso a funcionários
Hospital Senhor do Bonfim em risco de fechar na sequência de dívidas, incluindo dois meses de atraso a funcionários FOTO: Luís Vieira
A solução para a viabilidade do Hospital Senhor do Bonfim, em Vila do Conde, poderá passar pela venda de 50% do capital a um investidor estrangeiro. Garantindo estar cansado de esperar pelo pagamento da dívida do Governo à unidade de saúde, o dono do hospital, Manuel Agonia, diz que vai "continuar a lutar para cumprir os compromissos".

"Temos o melhor hospital privado do País às moscas. Fizemos um acordo com o Governo, no qual foram contratualizadas 140 das 547 camas e há 14 meses que não recebemos o valor assumido. Assim, é difícil cumprir com os nossos colaboradores", explicou o administrador, que deve 22 milhões de euros, entre os quais dois meses de salários aos 350 funcionários.

No sentido de encontrar uma solução que não passe pelo encerramento da unidade, reuniu-se, ontem, com um investidor estrangeiro que se disponibiliza para comprar metade do hospital por 150 milhões €. Além de pagar as dívidas, o objetivo do negócio é crescer para fora do País .

"Esta será uma lufada de ar fresco. Com a venda, que deverá ficar concluída em 15 dias, pagarei todas as dívidas. O negócio vai ainda permitir- -nos também crescer além-fronteiras", confirmou ao CM.

O administrador não poupou críticas ao Governo. "Dizem que não sabem o que se passa. Isso é atirar areia para os olhos, só não sabem porque não querem", frisou. Entretanto o Centro Hospitalar Póvoa de Varzim/Vila do Conde informou que esta semana deverá liquidar parte dos valores em dívida.

No entanto, Manuel Agonia diz que o valor não será suficiente. O Hospital Senhor do Bonfim foi inaugurado em julho de 2014.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)