Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Ligar Alandroal a Elvas custa 130,5 milhões de euros

Empreitada integra linha férrea a construir de raiz entre Évora e Elvas, numa extensão de 80 quilómetros.
João Saramago 5 de Novembro de 2019 às 09:15
Ministro Pedro Nuno Santos (ao centro) visitou as obras
Pedro Nuno Santos, ministro das Infraestruturas
Pedro Nuno Santos, do PS
Pedro Nuno Santos
Ministro Pedro Nuno Santos (ao centro) visitou as obras
Pedro Nuno Santos, ministro das Infraestruturas
Pedro Nuno Santos, do PS
Pedro Nuno Santos
Ministro Pedro Nuno Santos (ao centro) visitou as obras
Pedro Nuno Santos, ministro das Infraestruturas
Pedro Nuno Santos, do PS
Pedro Nuno Santos
A construção da ligação ferroviária entre Alandroal e Elvas arrancou esta segunda-feira, com um custo estimado de 130,5 milhões de euros. A obra deverá ficar concluída até dezembro de 2023. A assinatura do auto de consignação da empreitada contou com a presença do ministro das Infraestruturas, Pedro Nuno Santos, em Elvas.

É a terceira vez, desde março de 2018, que os 80 quilómetros da nova linha férrea entre Évora/Norte e Elvas contam com a presença de governantes em cerimónias públicas: em fevereiro último, o então ministro das Infraestruturas, Pedro Marques, e o primeiro-ministro, António Costa, estiveram no Redondo para o início dos trabalhos entre Évora/Norte e Freixo. Em março de 2018, em Elvas, António Costa e o anterior chefe de governo espanhol, Mariano Rajoy, sublinharam a importância da obra para os dois países.

Os 80 quilómetros consignados em três troços integram um projeto mais vasto designado Corredor Internacional Sul e que ligará o porto de Sines a Espanha.
Em Elvas, Pedro Nuno Santos fez questão de explicar que a cerimónia não se tratava de nenhum anúncio por parte do Governo, mas sim "o último ato que depende do Estado". "A partir de agora a responsabilidade é do empreiteiro", acrescentou.

A construção dos três troços de linha férrea representa um gasto de 251,6 milhões de euros, mas colocar os comboios a circular entre Évora e Badajoz envolve mais custos, como sinalização e telecomunicações, num empreendimento total estimado em cerca de 500 milhões de euros.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)