Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Lisboa abre escolas a clubes e coletividades

Objetivo é utilizar equipamentos de 15 escolas para a prática de desporto pela comunidade.
João Saramago 13 de Abril de 2017 às 08:24
Protocolo assinado pela Câmara de Lisboa e pelo Ministério da Educação prevê a utilização de 15 escolas
Fernando Medina
Protocolo assinado pela Câmara de Lisboa e pelo Ministério da Educação prevê a utilização de 15 escolas
Fernando Medina
Protocolo assinado pela Câmara de Lisboa e pelo Ministério da Educação prevê a utilização de 15 escolas
Fernando Medina
A Câmara de Lisboa e o Ministério da Educação assinaram um protocolo para a utilização de pavilhões desportivos de 15 escolas por entidades indicadas pela autarquia, como clubes e coletividades. "A partir de agora as escolas serão disponibilizadas para mais uma missão, a de contribuir para a integração das comunidades da cidade", referiu o presidente da câmara, Fernando Medina.

Segundo avançou o autarca, a primeira escola a utilizar segundo este protocolo será a Secundária D. Dinis, em Chelas, no próximo dia 22. Depois será o Agrupamento de Escolas Piscinas Olivais, a 27 de maio, e em seguida a Secundária Padre António Vieira, em Alvalade, em junho.

O protocolo determina que as atividades do calendário e do desporto escolar têm prioridade sobre as das entidades indicadas pela câmara, que poderão usar os pavilhões de forma gratuita das 17h00 às 00h00 nos dias úteis e também nos fins de semana. Às entidades designadas pela autarquia é também exigido que assegurem a limpeza, a manutenção e a segurança dos espaços. Fernando Medina referiu que o protocolo visa dar "uma resposta à carência de equipamentos desportivos" na capital e "puxar por algumas zonas" onde existem fenómenos de exclusão social.

O ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, disse, por sua vez , que esta iniciativa levará a que "muitos clubes promovam o desporto na cidade". O protocolo visa satisfazer o objetivo da "necessária a implementação de medidas que permitam a utilização plena dos pavilhões desportivos nas horas após a atividade escolar".
Ver comentários