Más práticas danificam sistemas de esgotos

Águas do Tejo Atlântico organizaram visita à rede de Lisboa.
Por Beatriz Garcia e Edgar Nascimento|07.09.18
Más práticas danificam sistemas de esgotos
Foto Mariline Alves
O despejo de cotonetes, sapatos, roupas, preservativos e pensos higiénicos na rede de esgotos de Lisboa é um "mau" comportamento dos cidadãos, que todos os anos danifica os sistemas da Estação de Tratamentos de Águas Residuais (ETAR) de Alcântara.

Segundo Nuno Pereira, administrador das Águas do Tejo Atlântico - empresa responsável pelo saneamento de águas residuais da Grande Lisboa e Oeste - "há sistemas de gradagem que não funcionam corretamente e que têm custos de manutenção".

Ao CM, a empresa explicou que o despejo de materiais impróprios para o esgoto corresponde a um prejuízo anual entre 15% e 20% do custo total dos sistemas de manutenção da ETAR de Alcântara.

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!