Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Mau tempo lança caos no distrito de Vila Real

Intempérie repentina causou inundações e estragos, em Vila Pouca de Aguiar e destruiu culturas agrícolas.
Patrícia Moura Pinto 12 de Julho de 2018 às 08:36
Inundações em Vila Pouca de Aguiar
Inundações em Vila Pouca de Aguiar
Inundações em Vila Pouca de Aguiar
Inundações em Vila Pouca de Aguiar
Inundações em Vila Pouca de Aguiar
Inundações em Vila Pouca de Aguiar
Inundações em Vila Pouca de Aguiar
Inundações em Vila Pouca de Aguiar
Inundações em Vila Pouca de Aguiar
Inundações em Vila Pouca de Aguiar
Inundações em Vila Pouca de Aguiar
Inundações em Vila Pouca de Aguiar
O mau tempo - chuva e granizo - voltou ontem a atingir o distrito de Vila Real, provocando inundações de estradas e lojas, com especial incidência em Vila Pouca de Aguiar. O cenário chegou a ser assustador, com ruas repletas de água e lama. O município alertou mesmo a população, via redes sociais, pedindo "circulação moderada e atenta".

"Foram poucos minutos de chuva muito intensa, acompanhada de granizo", descreveu Duarte Marques, da Proteção Civil local, confirmando inundações, um incêndio (resultante de descarga elétrica) o arrastamento de veículos - uma mulher ficou momentaneamente presa no automóvel - e estragos em pavimentos e condutas.
O mau tempo afetou também aldeias limítrofes - e outros concelhos, como Valpaços -, estragos mais relacionados com produções agrícolas, ao nível de hortícolas, árvores de fruto e alguma vinha. Aliás, danos que têm sido recorrentes desde maio, no distrito de Vila Real.

"Os prejuízos deste mau tempo assumem uma percentagem de quase 100%, tanto na vinha como no olival. Vai ser um ano muito difícil. De 22 pipas de vinho que produzia, este ano, se tiver duas já será um milagre", afirma António Cabo, de Santa Eugénia, em Alijó. "O próximo ano não se avizinha muito melhor porque isto feriu a vara das videiras e isso vai ser prejudicial na rebentação da próxima época", conta ao CM António Henrique, caseiro da propriedade Casal Malheiro. Já em Murça, o granizo ameaçou igualmente a vida de muitos. "Nunca vi pedras tão grandes. Num dia, tivemos de vir embora porque o trovão metia medo", diz Augusto Nascimento.
vila real mau tempo chuva granizo vila pouca de aguiar
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)