Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Meio milhar de lugares para estacionar à borla em Portimão

Câmara paga indemnização às empresas concessionárias dos parquímetros para ficar com gestão do estacionamento.
José Carlos Eusébio 22 de Janeiro de 2019 às 09:34
Zona ribeirinha e o centro de Portimão são duas das zonas onde câmara quer disponibilizar mais estacionamento grátis
Estacionamento
Estacionamento
Zona ribeirinha e o centro de Portimão são duas das zonas onde câmara quer disponibilizar mais estacionamento grátis
Estacionamento
Estacionamento
Zona ribeirinha e o centro de Portimão são duas das zonas onde câmara quer disponibilizar mais estacionamento grátis
Estacionamento
Estacionamento
A Câmara de Portimão vai avançar com o resgate do estacionamento tarifado à superfície na cidade, o que implica o pagamento de indemnizações às empresas que têm atualmente a concessão dos parquímetros. No orçamento municipal para este ano consta uma verba de um milhão de euros para o efeito.

Ao que apurou o CM, a autarquia pretende ficar com a gestão do estacionamento de forma a reduzir o número de lugares tarifados de 716 para apenas 152.

"O objetivo é disponibilizar mais lugares de estacionamento sem pagamento, o que vai trazer mais pessoas para o centro da cidade", explica ao CM Isilda Gomes, presidente da câmara. E acrescenta que esta medida contribuirá para "a dinamização da economia, designadamente do comércio ".

Ao longo dos últimos anos, a proliferação de parquímetros tem sido apontada por lojistas como uma das principais causas do declínio do comércio tradicional, sobretudo numa cidade em que existem grandes superfícies comerciais que dispõem de parques gratuitos.

O estacionamento tarifado na cidade é explorado pelas duas empresas que construíram os parques subterrâneos da alameda da praça da República (junto à rua das Lojas) e da praça 1º de Maio (frente à câmara).

Isilda Gomes revela que já se encontram em curso as negociações com a empresa que tem a concessão da maior parte do estacionamento tarifado da cidade, nomeadamente no centro e zona ribeirinha.

Depois de ser alcançado um acordo com as concessionárias dos parquímetros, o processo de resgate terá ainda de ser visado pelo Tribunal de Contas.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)