Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

Muçulmanos constroem centro com mesquita em Sintra

Associação Islâmica vai construir equipamento em terreno cedido pela câmara sintrense.
Bernardo Esteves 31 de Março de 2018 às 07:57
Cerimónia de arranque da construção do novo equipamento reuniu dezenas de pessoas da comunidade muçulmana
Cerimónia de arranque da construção do novo equipamento reuniu dezenas de pessoas da comunidade muçulmana FOTO: Vítor Mota
Seis anos depois de ter sido lançada a primeira pedra, ainda pelo antigo presidente da Câmara Fernando Seara, a construção do centro comunitário com mesquita vai finalmente avançar na Tapada das Mercês, em Sintra. A cerimónia de arranque das obras reuniu ontem dezenas de pessoas da comunidade islâmica.

"É uma mais-valia para todos os residentes e é marcante para a comunidade islâmica nesta localidade e no concelho de Sintra", disse ao CM o sheik David Munir, imã da Mesquita Central de Lisboa.

Segundo o projeto de arquitetura, o equipamento vai incluir centro de dia, creche, clínica, refeitório e biblioteca, entre outras valências. "A partir de agora vamos pedir donativos para construir o centro comunitário e a mesquita. O custo deverá ser de 1,5 milhões de euros", afirmou Mamadou Ba, presidente da associação. A mesquita terá "a porta orientada segundo o eixo de Meca" e haverá "um espaço de oração para homens e outro para mulheres", afirmou o arquiteto Júlio Londrim, autor do projeto.

A comunidade muçulmana da Tapada das Mercês é formada por centenas de pessoas oriundas da Guiné, Senegal e Egito, entre outros países.
Atualmente, o culto é feito numa garagem onde muitas pessoas ficam do lado de fora. A construção da mesquita é muito importante para a comunidade. "É importante para mostramos o que é o Islão. Hoje temos uma má imagem, por causa de muçulmanos que tomam atitudes erradas", afirmou ao CM Mohamed, de 26 anos.

A Câmara de Sintra cedeu o terreno onde será erigido o centro, com 7141 metros quadrados. A autarquia poderá ainda colaborar nas futuras respostas sociais, afirmou o vereador Eduardo Quinta Nova.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)