Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Multidão enche Viana do Castelo durante desfile milionário

Ouro de família e trajes minhotos percorreram as ruas com muita gente a assistir.
José Eduardo Cação 18 de Agosto de 2018 às 09:45
Festas da Agonia
Festas da Agonia
Festas da Agonia
Festas da Agonia
Festas da Agonia
Festas da Agonia
Festas da Agonia
Festas da Agonia
Festas da Agonia
Festas da Agonia
Festas da Agonia
Festas da Agonia
Festas da Agonia
Festas da Agonia
Festas da Agonia
Festas da Agonia
Festas da Agonia
Festas da Agonia
Festas da Agonia
Festas da Agonia
Festas da Agonia
Festas da Agonia
Festas da Agonia
Festas da Agonia
Festas da Agonia
Festas da Agonia
Festas da Agonia
Festas da Agonia
Festas da Agonia
Festas da Agonia
Festas da Agonia
Festas da Agonia
Festas da Agonia
Festas da Agonia
Festas da Agonia
Festas da Agonia
Festas da Agonia
Festas da Agonia
Festas da Agonia
Festas da Agonia
Festas da Agonia
Festas da Agonia
Festas da Agonia
Festas da Agonia
Festas da Agonia
Milhares de vianenses e turistas encheram as ruas da cidade de Viana do Castelo, esta sexta-feira à tarde, para assistir a mais um desfile da Mordomia.

O cortejo que marca o arranque de quatro dias de festa em honra da Nossa Senhora da Agonia.

Este ano, celebra-se meio século desde que pela primeira vez os trajes típicos adornados com as famosas peças valiosas da cidade se mostram, não só aos locais, como também aos muitos visitantes.

"Já é a quarta vez que eu venho de propósito de Cantanhede para participar nas Festas da Agonia. Gosto muito de romarias e normalmente escolho vir em dias diferentes de cada vez que cá volto", contou ao CM Conceição Figueira.

O desfile da Mordomia consiste numa organização específica conforme o estatuto social, começando pelos trajes das varinas e das lavradeiras, terminando com a representação das classes mais ricas em que se incluem as mordomas e a s noivas que exibem a grande quantidade e enorme opulência do ouro - estima-se que tenham saído à rua cerca de 20 milhões de euros em joias, distribuídos por 636 mulheres, como a atriz Melânia Gomes -, herdado por várias gerações.

O aprumo não se nota apenas em quem participa no desfile como também na população que se veste a rigor. "Nestes dias somos 500% vianenses. É um orgulho.

Eu só uso o meu ouro de filigrana por esta altura. E mesmo assim não trago muito, porque tenho medo de ser assaltada", diz Maria Costa.

A segurança foi uma preocupação, com a PSP a montar um dispositivo reforçado, incluindo agentes à paisana, junto a elementos de segurança privada.

O fogo de artifício foi antecipado das 00h00 para as 23h00 para ‘fintar’ a proibição, que leva a cancelar os foguetes dos restantes dias.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)