Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

Novo hospital em Évora por 150 milhões de euros

Unidade hospitalar terá capacidade para até 487 camas.
Elsa Custódio e Cláudia Machado 15 de Agosto de 2019 às 11:28
Nova unidade vai receber doentes até agora enviados para o Hospital do Espírito Santo, que tem sido alvo de críticas
Nova unidade vai receber doentes até agora enviados para o Hospital do Espírito Santo, que tem sido alvo de críticas FOTO: Hugo Rainho
O concurso público internacional para a construção do novo Hospital Central do Alentejo, em Évora, foi lançado ontem pela Administração Regional de Saúde. O investimento é superior a 150 milhões de euros.

A nova unidade hospitalar, que será construída na periferia da cidade, deverá entrar em funcionamento até dezembro de 2023 e vai dar resposta às necessidades de toda a população do Alentejo, com uma área de influência de primeira linha que abrange cerca de 200 mil pessoas e, numa segunda linha, mais de 500 mil pessoas.

O hospital ocupará, com um edifício, uma área de 1,9 hectares e terá uma lotação de 351 camas em quartos individuais, que poderá ser aumentada até 487 camas, em caso de necessidade. Terá ainda 11 blocos operatórios, três dos quais para atividade convencional, seis para atividade de ambulatório e dois para atividade de urgência, cinco postos de pré-operatório e 43 postos de recobro.

O novo hospital é uma exigência antiga da população de Évora, que se queixa das condições do Hospital do Espírito Santo, que abrange, de forma indireta, toda a região do Alentejo, num total de 33 concelhos.

Segundo o anúncio, publicado ontem em Diário da República, o prazo de execução da obra é de três anos e o prazo-limite para a apresentação de propostas é de 90 dias.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)