Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

Obras da ala Pediátrica do S. João devem avançar este ano

Fernando Araújo explica que o projeto de arquitetura já está em fase de revisão.
Aureliana Gomes 29 de Maio de 2019 às 08:57
Fernando Araújo (à dir.) junto a Rui Vaz e Carlos Nunes
Instalações de Neurocirurgia
Quarto acolhe doentes
Fernando Araújo (à dir.) junto a Rui Vaz e Carlos Nunes
Instalações de Neurocirurgia
Quarto acolhe doentes
Fernando Araújo (à dir.) junto a Rui Vaz e Carlos Nunes
Instalações de Neurocirurgia
Quarto acolhe doentes
Depois de vários avanços e recuos sobre a construção da ala Pediátrica do Hospital S. João, Porto, as obras deverão arrancar até ao final do ano.

A garantia foi dada esta terça-feira pelo presidente do conselho de administração do hospital, Fernando Araújo, durante a inauguração das novas instalações do serviço de Neurocirurgia, que funcionou durante 12 anos em contentores.

"O processo está a decorrer de acordo com o planeado e essa é uma boa notícia. O terreno já é integralmente do hospital, e o projeto de arquitetura já está concluído e em fase de revisão", devendo ficar concluído durante o próximo mês de junho, afirmou o administrador.

Fernando Araújo revelou ainda que o grupo de trabalho, liderado por Poças Martins, está já a estabelecer os critérios de seleção de empresas para a empreitada. "Tudo indica que, ainda este ano, possamos ter a obra no terreno", indicou.

O investimento em infraestruturas e equipamentos no hospital tem sido uma das prioridades. Ontem, foram inauguradas as novas instalações da unidade de Neurocirurgia, que funcionou durante 12 anos em contentores.

"Não tem comparação estar aqui. Fui internado há um mês nos contentores, era muito barulho, os quartos tinham oito camas cada um e só havia duas casas de banho. Aqui estamos muito melhor", explicou Luís Santos, doente internado, após ter sofrido um AVC.

Num investimento de 2,6 milhões de euros, as novas instalações têm 43 camas. "É uma obra muito ambicionada. Traz benefícios para os doentes, que ficam instalados de modo condigno, com conforto, e permite que os profissionais trabalhem com mais qualidade", disse Rui Vaz, diretor de Neurocirurgia.

Por ano, são feitas 1500 cirurgias naquele serviço.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)