Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Obras no Cabo Espichel custam 1,33 milhões de euros

Trabalhos incluem a reabilitação das hospedarias e o restauro da Casa de Água.
Francisca Genésio 28 de Julho de 2018 às 09:55
Cabo Espichel
Cabo Espichel FOTO: Direitos Reservados
O Santuário da Nossa Senhora do Cabo Espichel, em Sesimbra, vai ser alvo de obras de reabilitação, depois de a autarquia ter visto aprovada a candidatura ao Plano Operacional Regional de Lisboa 2020.

A intervenção vai custar cerca de 1,33 milhões de euros, sendo comparticipada em metade pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional. De acordo com a Câmara de Sesimbra, a "reabilitação do edificado poente da ala sul das hospedarias e o restauro da Casa de Água" estão incluídas, bem como a intervenção no troço aéreo do aqueduto e respetivo sistema hidráulico. Também a ligação entre a Casa da Água e do Horto ao Terreiro do Santuário vai ser requalificada.

As obras de melhoramento preveem ainda o "reordenamento do estacionamento junto à entrada do farol e o espaço de visitação envolvente à Casa da Água, horto e tanques". O concurso público para o início das obras ainda não avançou e existe data prevista, confirmou ao CM a autarquia, sublinhando que há várias empresas do ramo da hotelaria interessadas em investir" no Santuário.

Segundo o comunicado da câmara, o caderno de encargos preparado para a empresa selecionada no concurso é "bastante exigente", pretendendo assim assegurar a salvaguarda da identidade e religiosidade do Cabo Espichel.

O Santuário de Nossa Senhora do Cabo Espichel (ou de Nossa Senhora da Pedra Mua) tem origem numa ermida do século XIV, para guardar uma imagem da Santa, e congrega a igreja construída entre 1701 e 1707, duas alas de hospedarias, a Casa de Água e a Casa da Ópera.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)