Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

População de aldeia no Sabugal revoltada com falta de água

Distribuição da água está prejudicar ambiente e a economia.
Alexandre Salgueiro 6 de Setembro de 2019 às 09:31
Habitantes mostram ao CM o estado em que se encontra a albufeira desta aldeia do concelho do Sabugal
Tempo seco
Torneira
Habitantes mostram ao CM o estado em que se encontra a albufeira desta aldeia do concelho do Sabugal
Tempo seco
Torneira
Habitantes mostram ao CM o estado em que se encontra a albufeira desta aldeia do concelho do Sabugal
Tempo seco
Torneira
O esvaziamento da Barragem da Senhora da Graça, no Sabugal, está a provocar revolta entre a população da aldeia de Malcata, situada entre o sopé da serra com o mesmo nome e a albufeira.

A estrutura, inaugurada no ano 2000, apresenta mínimos históricos no que toca às reservas de água e, segundo os habitantes, a culpa não é apenas do período de seca.

"A barragem do Sabugal está ligada à albufeira do Meimão por uma conduta de cinco quilómetros e a água está a ser transviada em demasiada quantidade e com muita frequência daqui para lá", explica José Costa, presidente da Associação Malcata com Futuro, que vem reclamando mais critério na forma como é feita a repartição de água entre as albufeiras.

"A gestão dos transvases é feita pelos beneficiários do regadio da Cova da Beira, mas deveriam ter uma regulação mais transparente. A aldeia da Malcata também deveria ter uma palavra a dizer", defende o dirigente, que vem alertando há vários meses para os prejuízos no ambiente, na economia e na qualidade de vida da aldeia, por estes dias "banhada" por um mar de lama ressequida e putrefacta.

"Esta aldeia deu os seus melhores terrenos agrícolas para a construção da barragem. E sente-se injustiçada quando vê a sua albufeira vazia, sem a poder aproveitar para a agricultura ou para lazer, e a vizinha barragem do Meimão cheia com a ajuda da nossa água", queixa-se João Fernandes, presidente da Junta de Malcata.

Ao CM, a Direção-Geral da Agricultura e Desenvolvimento Rural, que gere a estrutura, adianta que "a transferência de água vai variando de acordo com as necessidades".
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)