Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

Porto com mais de 6000 estudantes estrangeiros

Universidade recebe 7900 novos alunos, mas espera nova ‘invasão’ de fora do País.
Ana Silva Monteiro 11 de Setembro de 2019 às 08:38
Cerimónia de receção ao caloiro é sempre um dos momentos altos do arranque do ano letivo na Universidade do Porto
Estudantes
Estudantes
Estudantes
Cerimónia de receção ao caloiro é sempre um dos momentos altos do arranque do ano letivo na Universidade do Porto
Estudantes
Estudantes
Estudantes
Cerimónia de receção ao caloiro é sempre um dos momentos altos do arranque do ano letivo na Universidade do Porto
Estudantes
Estudantes
Estudantes
A Universidade do Porto (UP) prepara-se para um novo ano letivo com 7900 novos alunos a serem recebidos esta quarta-feira junto à Reitoria. Mas não são só os estudantes portugueses a escolherem a Invicta para viverem a vida académica. Até ao final do ano letivo, a instituição espera receber mais de seis mil alunos internacionais.

"Vamos organizar uma festa convívio, com música, eventos e uma série de intervenções. O objetivo é que este seja o primeiro momento de integração na Universidade", explicou António Sousa Pereira, reitor da UP que fará o discurso de acolhimento aos novos estudantes.

Todos os anos, são muitos os alunos que escolhem a universidade portuense para estudarem. "Hoje em dia, a escolha funciona muito com base nos testemunhos de outros alunos, através das redes sociais. Os estudantes sabem o que se passa dentro das universidades, o que gera uma procura muito grande, daí a razão de escolherem alguns cursos, muitos sobretudo pelo caráter inovador", sublinhou ainda o reitor.

Dos cinco cursos superiores com as notas mais altas de entrada, três são da UP: Bioengenharia (186,5 valores), Engenharia e Gestão Industrial (186,5) e Medicina (185,0).

Além do convívio, os caloiros vão receber também uma pulseira que lhes dá acesso gratuito a 20 espaços e museus da cidade, como a Casa da Música, a Torre dos Clérigos ou o Museu do Futebol Clube do Porto.

Segundo o reitor da Universidade, para lá dos 1100 quartos para alunos que já existem, vão ser providenciados mais cerca de 300 em pousadas, infraestruturas militares, dioceses e misericórdias.
Universidade do Porto UP Reitoria Invicta educação universidades questões sociais
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)