Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

Presépio de Priscos impressiona Marcelo

Presidente da República inaugurou presépio que considerou "um projeto excecional".
Fátima Vilaça 17 de Dezembro de 2017 às 08:51
Marcelo Rebelo de Sousa visitou presépio vivo de Priscos
Marcelo Rebelo de Sousa visitou presépio vivo de Priscos
Marcelo Rebelo de Sousa visitou presépio vivo de Priscos
Marcelo Rebelo de Sousa visitou presépio vivo de Priscos
Marcelo Rebelo de Sousa visitou presépio vivo de Priscos
Marcelo Rebelo de Sousa visitou presépio vivo de Priscos
"É um projeto único e excecional. Não conheço outro como este no País. Saio daqui verdadeiramente impressionado. É ainda mais bonito do que me tinham contado". Foi assim, impressionado, que Marcelo Rebelo de Sousa se declarou após a visita inaugural ao presépio vivo de Priscos, em Braga. O Presidente da República visitou este sábado, pela primeira vez, aquele que é o maior presépio vivo da Europa. Na 12ª edição consecutiva, o presépio, que começou com 50 figurantes, conta agora com 800, distribuídos por 90 quadros que proporcionam uma verdadeira viagem pela vida no tempo de Jesus.

"Toda a reconstituição é espantosa, não só do ambiente judaico e do ambiente romano, mas também na vida do dia a dia das pessoas daquele tempo é espetacular e com gente de todas as idades", sublinhou Marcelo Rebelo de Sousa, durante a visita.

Feliz com a visita do Presidente da República, o pároco de Priscos não deixou, no entanto, de ser polémico. Criticou o consumismo do Natal, lamentando que pouco se fala do nascimento de Jesus. "É impensável falar-se de Natal sem se falar do nascimento de Jesus, mas hoje em dia é quase uma ilegalidade falar-se de Deus na época do Natal", criticou. Fundador do presépio vivo de Priscos, o padre João Torres tem, há três anos, envolvido reclusos da cadeia de Braga no projeto. Ao todo, 21 presos trabalharam na construção do presépio. "A melhor forma de se fazer a reinserção social é mostrar a estes homens que há quem acredite neles", resumiu o pároco.

O presépio abre todos os fins de semana e feriados, até 22 de janeiro. Tem entrada livre.
Ver comentários