Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
5

Projetos de 1,3 milhões aprovados em Oeiras

Orçamento Participativo financia a construção de ciclovia Algés-Miraflores-Alfragide.
Miguel Balança 7 de Fevereiro de 2020 às 08:47
Câmara Municipal de Oeiras
Dinheiro
Câmara Municipal de Oeiras
Dinheiro
Câmara Municipal de Oeiras
Dinheiro
A Saúde e o Ambiente estiveram em destaque na última edição do Orçamento Participativo de Oeiras (OPO) que, no biénio 2019-2020, distigue oito projetos comunitários, num investimento de 1,3 milhões de euros.

A ciclovia Algés-Miraflores-Alfragide, com um custo de 300 mil euros, foi uma das iniciativas mais votadas. Implicando igual investimento, somam-se a criação - até 2022 - de uma Alameda Pedonal no Bairro Quinta do Marquês e de um Observatório da Natureza no Jardim Municipal, ambos em Oeiras. A recuperação e valorização da praia de Algés - através da criação de uma zona de recreio e lazer - com um custo de 200 mil euros, tal como a requalificação de acessos pedonais e espaço público em Paço de Arcos (rua Alfredo Lopes Vilaverde), num investimento de 120 mil euros, são outros dos projetos aprovados no OPO.

O acesso para o atravessamento pedonal e ciclável entre Queijas e o Estádio Nacional, com melhoria das condições de acesso ao túnel sob a A5 em Linda-a-Pastora, foi aprovada com um investimento de 60 mil euros. A ‘Colocação de Abrigos e Postos de Alimentação nas Colónias de Felídeos’ foi aprovado e tem o valor previsto de cinco mil euros. ‘Fazer a Diferença - Desfibrilhador Automático Externo (DAE)’, num investimento de 50 mil euros, completa a lista dos projetos aprovados.

Esta proposta pretende a colocação de equipamentos DAE no largo Henrique de Paiva Couceiro, largo 5 de Outubro e no jardim Almirante Gago Coutinho, em Oeiras, na Estação da CP em Algés, e também junto à SIMPS, em Porto Salvo. O OPO recebeu 224 propostas.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)