Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

Resistência sísmica pode prevenir o risco

Defendida a distribuição de kits de emergência para a população da capital.
Carlota Rodrigues e Edgar Nascimento 6 de Abril de 2018 às 09:25
A falta de fiscalização é um dos principais problemas encontrados pelos especialistas que avaliam o risco sísmico
A falta de fiscalização é um dos principais problemas encontrados pelos especialistas que avaliam o risco sísmico FOTO: Getty Images
Vários especialistas defenderam esta quinta-feira, numa sessão da Assembleia Municipal de Lisboa, a necessidade de medidas de prevenção de risco sísmico.

"O problema tem de ser resolvido com políticas preventivas, tem de haver um grau de exigência de resistência aos sismos na reabilitação dos edifícios em Lisboa", salientou Mário Lopes, professor do Instituto Superior Técnico e vice-presidente do Instituto de Engenharia de Estruturas, Território e Construção.

Entre as principais medidas de prevenção e minimização do risco de sismos estão a informação à população, limites à nova construção e reabilitação e fiscalização dos projetos. "O argumento para não realizarem a resistência sísmica é o custo, porém é uma parcela relativa quando a questão é proteger as pessoas", defendeu.

Vasco Appleton, engenheiro civil, alertou para o facto de um elevado número de prédios não estar a ser alvo de fiscalização. "Tem de haver uma capacidade técnica para a elaboração correta dos edifícios", frisou.

Já Carlos Maia, presidente da Proteção Civil de Lisboa, defendeu uma maior envolvência da população na prevenção do risco sísmico na capital. "É importante aferir que cada cidadão deve ter um kit de emergência para auxiliar numa situação de risco", argumentou o responsável durante a sua intervenção.

A sessão extraordinária da Assembleia Municipal de Lisboa foi realizada na sequência de uma proposta da grupo municipal do CDS-PP.

Em consequência do debate de ontem, vai ser elaborado um relatório.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)