Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Restaurantes algarvios cozinham cinco toneladas de polvo

Mais de 30 restaurantes de Quarteira e Loulé vão ter as melhores receitas com o molusco.
Tiago Griff 6 de Setembro de 2019 às 08:56
Comidas à base de polvo vão poder ser apreciadas durante os dez dias do evento que vai decorrer em 30 restaurantes
Comidas à base de polvo vão poder ser apreciadas durante os dez dias do evento que vai decorrer em 30 restaurantes
Comidas à base de polvo vão poder ser apreciadas durante os dez dias do evento que vai decorrer em 30 restaurantes
Cerca de cinco toneladas de polvo capturadas na costa algarvia já foram encaminhadas para abastecer os restaurantes e outros estabelecimentos de restauração que participam na 4ª Semana do Polvo, que decorre em Quarteira e Vilamoura.

O molusco vai ser o atrativo principal, entre esta sexta-feira e 15 de setembro, com eventos que vão desde mostras gastronómicas, animação musical e exposições de esculturas.

"O polvo vai ser usado para os almoços e jantares durante os 10 dias do evento que conta com a adesão de mais de 30 restaurantes das duas localidades do concelho de Loulé", revela ao CM José Agostinho, presidente da Armalgarve - Associação de Armadores de Polvo do Algarve, que organiza a iniciativa.

Segundo o dirigente, cada estabelecimento de restauração vai ter uma "receita especial" de pratos que envolvem o polvo, na sua grande maioria vendido na lota de Quarteira.

"Vai haver cataplanas de polvo, pataniscas de polvo com arroz de coentros, só para dar exemplos de algumas das receitas mais tradicionais. Mas também vão ser feitas pizas de polvo. Vai haver muita variedade", revela ainda José Agostinho.

Um dos objetivos do evento é realçar a importância do polvo no Algarve que, no ano passado, constituiu quase 50 por cento das capturas a nível nacional, com mais de duas mil toneladas capturadas.

"O polvo algarvio vive em zonas com características únicas. Tem à sua disposição uma plataforma longa e rica em alimento. Come maioritariamente marisco e bivalves e praticamente não tem desgaste físico. Basicamente estão na engorda", realça José Agostinho.
Quarteira Vilamoura José Agostinho Algarve estilo de vida e lazer política autoridades locais gastronomia
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)