Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Revolta em Coimbra com bairro degradado

Residentes denunciam danos em espaços comuns e ocupação do estacionamento com fogueiras.
Paula Gonçalves 12 de Dezembro de 2017 às 08:58
Moradores de alguns prédios do bairro da Rosa estão revoltados com degradação e sentem-se inseguros
Moradores de alguns prédios do bairro da Rosa estão revoltados com degradação e sentem-se inseguros FOTO: Ricardo Almeida
Prédios sem portas e com áreas comuns degradadas, fogueiras nos parques de estacionamento e barulho. O estado em que se encontram alguns edifícios camarários do bairro da Rosa, em Coimbra, está a revoltar alguns moradores que exigem à Câmara uma intervenção urgente.

"O prédio onde moro não tem porta há nove anos. Colocaram uma quando vim para cá, depois alguém a arrombou e nunca mais teve. Sinto-me insegura", refere uma das moradoras, que pede para não ser identificada por recear represálias.

A situação foi, segundo afirma, denunciada à Câmara de Coimbra, mas o prédio continua sem porta. "Como se não bastassem os problemas de tráfico de droga, está tudo degradado e os parques de estacionamento foram ocupados por pessoas que fazem fogueiras durante a noite e não conseguimos dormir com o barulho", reclama.

Duas vizinhas, que moram no prédio há 14 e 20 anos, têm as mesmas queixas. "Já me tentaram agredir com um pau, partiram-me a porta de casa e a caixa do correio e tenho medo que alguém esteja escondido nas escadas do prédio e me ataque. Não há segurança", queixa-se outra moradora.

Contactado pelo CM, Francisco Queirós, vereador da habitação da Câmara de Coimbra, reconhece que há degradação, mas diz que a autarquia vai apresentar até ao final do ano uma candidatura para reabilitar "todas as partes exteriores, fachadas e coberturas"dos edifícios.

Refere ainda que a Polícia Municipal tem feito intervenções junto dos que ocupam os estacionamentos, mas "nem sempre é fácil e acabam por reincidir".
revolta coimbra bairro degrado
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)