“Somos transportados pior do que os animais”, dizem utentes

Queixam-se de falta de condições e de segurança nas ambulâncias da empresa Flor da Ria.
Por Nelson Rodrigues|28.11.17
Falta de travões, bancos avariados, janelas partidas e coladas com fita-cola, portas que abrem em andamento, falta de cintos de segurança e chuva no interior das viaturas.

Estas são apenas algumas das queixas dos utentes das ambulâncias da empresa Flor da Ria, da Murtosa, e que transportam doentes pelos distritos de Aveiro e Porto.

"Uma vez, eu vinha para a clínica e a porta abriu em andamento numa estrada perigosa. Uma ambulância até tinha um paralelo para ajudar a meter as mudanças. Somos transportados pior do que os animais", disse ao CM a utente Alice Vigário, de 81 anos, e residente em Gondomar.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!