Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Theatro Circo teve mais de 100 mil espectadores no ano passado em Braga

Cinco empresas municipais de Braga geraram lucros de quase quatro milhões de euros.
Fátima Vilaça 16 de Junho de 2019 às 10:55
Theatro Circo contou com mais de um espetáculo por dia, na programação realizada ao longo do ano passado
Theatro Circo
Theatro Circo
Theatro Circo contou com mais de um espetáculo por dia, na programação realizada ao longo do ano passado
Theatro Circo
Theatro Circo
Theatro Circo contou com mais de um espetáculo por dia, na programação realizada ao longo do ano passado
Theatro Circo
Theatro Circo
Os 381 espetáculos realizados no Theatro Circo de Braga, no ano passado, tiveram uma assistência global de 101.186 pessoas. Foi um número recorde de entradas, que desde 2015 tem vindo a ultrapassar a barreira dos 100 mil espectadores.

A intensificação da programação própria, a multiplicidade e exigência dos projetos e o investimento crescente fizeram com que a centenária sala de espetáculos conseguisse gerar um lucro de 21 mil euros.

Os números constam do Relatório de Contas Consolidadas do Município de Braga, que o Executivo de Ricardo Rio leva a votação na reunião de câmara de amanhã. O documento de 54 páginas revela que as cinco empresas municipais de Braga geraram perto de quatro milhões de euros de receitas.

A empresa que mais lucro deu foi a AGERE, Empresa de Águas, Efluentes e Resíduos de Braga, que ultrapassou os seis milhões de euros em rendimento líquido. Neste quadro, a autarquia sublinha o aumento do consumo de água por parte das famílias e empresas e da "excelência ao nível da redução de perdas de água", que se fixou nos 13 por cento, no ano passado.

Já no que toca aos Transportes Urbanos de Braga (TUB), os resultados financeiros ultrapassaram também os de 2017, com a empresa municipal a registar um número muito próximo de 12 milhões de passageiros em 2018.

Os TUB não aumentam as tarifas de transporte há cinco anos e têm vindo a aumentar o número de passageiros. No ano passado, "apesar da falta de apoio do Governo e do preço exorbitante do gasóleo", os TUB compraram seis novos autocarros e conseguiram um lucro de 37 mil euros.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)