Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Transportes Sul do Tejo suprime e muda horários de 28 carreiras

Acabam duas ligações a Lisboa: a 168, Praça de Espanha-Torre da Marinha, e a 260- Praça de Espanha-Sesimbra.
Sofia Garcia 5 de Janeiro de 2020 às 10:11
Transportes Sul do Tejo
Transportes Sul do Tejo FOTO: Vítor Mota
A partir de segunda-feira quem viaja em autocarros da Transportes Sul do Tejo (TST) vai ter a vida mais complicada. É que a empresa, agora gerida pela internacional Arriva, anunciou a alteração de horários de 28 carreiras, a maioria de ligação de concelhos da margem Sul do Tejo a Lisboa, e a supressão de quatro autocarros - 101A, Cacilhas-Cristo Rei, 168, Praça de Espanha-Torre da Marinha, 260 - Praça de Espanha - Sesimbra e 583 - Cacilhas-Setúbal.

A decisão da administração da empresa foi comunicada na sexta-feira, na página oficial da empresa, e está a deixar preocupados os utentes da margem sul. Um dos exemplos das carreiras suprimidas é a de ligação entre Pinhal Novo e Moita, que cai deixar de existir aos fins de semana. Já a carreira 333, que faz a ligação Moita-Gare do Oriente vai ser menos frequente: entre as 06h10 e as 09h30 existiam 21 autocarros que passam agora a ser 15, naquele horário.

Os motoristas da transportadora também estão preocupados com o caos que a decisão pode gerar. "Muita gente vai ficar em terra e a revolta vai ser sentida em muito na Praça de Espanha e na Gare do Oriente e nós é que damos a cara", explicou ao CM um motorista, que pede anonimato.

A mesma fonte garante que a decisão surge de um braço de ferro entre a empresa e o Governo, já que a Arriva, que gere a TST, considera que não está a a ser compensada depois do aumento exponencial do número de passageiros após a entrada em vigor dos passes sociais, que permitem viagens a 40 euros por mês, nos meios de transporte nos vários concelhos da Área Metropolitana de Lisboa.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)