Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

Urso-pardo é o novo habitante do Parque Natural de Montesinho em Bragança

Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas confirma vestígios e acompanha movimentos.
Tânia Rei 10 de Maio de 2019 às 01:30
Pegada do urso
Parque Natural de Montesinho
Luís Correia detetou pegadas junto das suas colmeias
Pegada do urso
Parque Natural de Montesinho
Luís Correia detetou pegadas junto das suas colmeias
Pegada do urso
Parque Natural de Montesinho
Luís Correia detetou pegadas junto das suas colmeias
O Parque Natural de Montesinho tem um novo habitante. A presença de pelo menos um urso-pardo foi confirmada na zona fronteiriça entre as localidades de Vilarinho, Portugal, e La Tejera, Espanha. É o regresso deste animal a Portugal, 176 anos depois de ter sido considerado extinto.

Os sinais da presença do urso foram detetados em dois apiários nos finais do mês de abril e no primeiro dia de maio pelo apicultor e empresário Luís Correia, que tem cerca de 800 colmeias em pleno coração da área protegida. Uma rede tombada, colmeias abertas e sem mel, pegadas e pelo foram os vestígios encontrados.

Contactou o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), que já confirmou a presença do urso. "Apelamos a que haja respeito pelo urso. A biodiversidade faz falta ao parque natural. Estes animais são bem-vindos. Agora temos de encontrar uma forma de conviver todos juntos", diz Luís Correia.

Revela ainda que gostava de que a presença do urso passasse a ser regular: "Sonho com isso", acrescentou. O ICNF explica que nas últimas duas décadas "foram registados movimentos em áreas próximas do distrito de Bragança".

Incursões feitas por "machos jovens em dispersão em torno das populações estáveis existentes a norte, na Cordilheira da Cantábria", e de onde provavelmente é oriundo o animal em causa.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)