Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Vendedora de produtos artesanais em Gaia: “Só queremos vender e temos de fugir à polícia”

Autarca Eduardo Vítor Rodrigues indica que concurso público tem critérios apertados.
Manuel Jorge Bento 13 de Junho de 2019 às 09:13
Esperança Silva foi uma das vendedoras que referiu a falta de licenças municipais
Câmara da Coragem recebeu várias denúncias, ao longo de todo o dia de domingo, no jardim do Morro
Esperança Silva foi uma das vendedoras que referiu a falta de licenças municipais
Câmara da Coragem recebeu várias denúncias, ao longo de todo o dia de domingo, no jardim do Morro
Esperança Silva foi uma das vendedoras que referiu a falta de licenças municipais
Câmara da Coragem recebeu várias denúncias, ao longo de todo o dia de domingo, no jardim do Morro
"Somos cinco vendedoras, já temos mais de 50 anos e só queremos um espaço para vender os nossos produtos artesanais. Temos um bom presidente de câmara, mas tenho a certeza que ele não sabe o que passamos. Às vezes, temos de fugir à polícia. Apenas queremos levar a nossa vida e ajudar a família."

Esperança Silva e outros vendedores pedem à Câmara de Vila Nova de Gaia que lhes atribua licenças. A autarquia indica que estas são obtidas através de concurso público.

A denúncia foi feita através da Câmara da Coragem do CM, que esteve naquele concelho, no domingo. "Ando há 13 anos a vender artigos de cortiça que produzo e há anos que peço licença. Porque é que a câmara não atribui uma? Dizem que é por sorteio, mas sai sempre aos mesmos", referiu Paula Silva, outra vendedora.

"Arrisco-me a vir para aqui [jardim do Morro] e, quando a polícia aparece, tenho de fugir. Até parece que estou a roubar. Não me importo de pagar por um espaço, mas deixem-me trabalhar", disse.

Ao CM, Eduardo Vítor Rodrigues, presidente da Câmara de Gaia, explica que, para concorrer aos 10 lugares no jardim do Morro e 10 na beira-rio, "é preciso ter cartão de artesão, atribuído pelo IEFP, num concurso que tem uma cláusula de majoração para os artesãos de Gaia".

"Sabemos que é o ganha-pão destas pessoas, mas é preciso haver critérios", indicou.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)