Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

Vespas asiáticas assustam moradores no centro da cidade de Braga

Habitantes dizem que resposta às denúncias chegam a demorar mais de três semanas.
Secundino Cunha 2 de Outubro de 2019 às 08:26
Ninhos de vespas velutinas (asiáticas) estão a assustar moradores e trabalhadores em pleno centro da cidade de Braga
Vespa asiática
Vespa asiática
Ninhos de vespas velutinas (asiáticas) estão a assustar moradores e trabalhadores em pleno centro da cidade de Braga
Vespa asiática
Vespa asiática
Ninhos de vespas velutinas (asiáticas) estão a assustar moradores e trabalhadores em pleno centro da cidade de Braga
Vespa asiática
Vespa asiática
Centenas de moradores de várias zonas urbanas do concelho de Braga, incluindo do centro da cidade, estão em pânico devido à existência de diversos ninhos de vespas velutinas (asiáticas), alguns deles de grande dimensão.

Um administrador de condomínio de um prédio em Gualtar, na avenida de S. Miguel, perto da Universidade do Minho, manifestou ao CM a sua revolta pelo facto de "há quinze dias" ter sido detetado um ninho na varanda de um apartamento do quinto andar e "até hoje ninguém ter resolvido o problema".

"Contactei a Proteção Civil e disseram-me que tinha de contactar diretamente os Bombeiros Sapadores. De lá disseram-me que iam resolver. Veio cá uma equipa, partiu o ninho a meio e, como um bombeiro foi picado, foram embora. Disseram que viriam no dia seguinte e até hoje", disse José Martins.

Também num quintal da avenida Central, a poucos metros da igreja da Senhora-a-Branca, um ninho no topo de uma árvore está a causar o pânico nos moradores e trabalhadores da zona. Os Bombeiros Sapadores foram informados no passado dia 18, mas o ninho continua por ser retirado.

Perante o avolumar das críticas, os Bombeiros Sapadores de Braga emitiram um comunicado a dar conta de que, desde 2013, a companhia já destruiu 1480 ninhos deste tipo de vespa e que, perante a grande quantidade de solicitações, "têm sido estabelecidas prioridades".

"Temos em conta a proximidade de jardins de infância, escolas, lares de idosos e unidades de saúde e, depois disso, as zonas mais densamente povoadas", lê-se no comunicado.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)