Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1

120 famílias procuram ajuda no Banco Alimentar

O Grupo de Acção Social Cristã de Barcelos, que se dedica ao combate da pobreza, regista desde 2007 uma crescente procura de alimentos e refeições por parte dos sem-abrigo mas também de famílias, disse o seu presidente.

26 de Outubro de 2008 às 00:30
Cada vez mais gente pede ajuda
Cada vez mais gente pede ajuda FOTO: João Abreu Miranda, Lusa

"Damos mercearias a 120 famílias, através do nosso "Banco Alimentar" mas, se tivéssemos meios, haveria mais 30 ou 40 a quem serviríamos de igual modo", adiantou à Lusa o presidente Constantino Lopes.

O líder do GASC assinala que "o Banco Alimentar tem sido procurado por várias famílias, pedindo auxílio", o qual - frisou - tem sido recusado, "com muita dor", por falta de víveres e roupas suficientes. "Atendemos, apenas, um ou outro caso de situação urgente, porque não podemos retirar mercearia às famílias que já servimos", sublinhou.

Constantino Lopes frisou que tem esperança na resolução do problema, através da Arquidiocese de Braga que lançou um Banco Alimentar.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)