Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

1,5 milhões nos carnavais

Mais de 173 mil preservativos vão ser distribuídos gratuitamente até terça-feira. A Coordenação Nacional para a Infecção VIH/sida realiza a distribuição no âmbito de acções contínuas de redução de riscos e também para acções específicas de prevenção.
6 de Março de 2011 às 00:30
As figuras políticas prometem animar o corso nas ruas da cidade alentejana.
As figuras políticas prometem animar o corso nas ruas da cidade alentejana. FOTO: Hugo Rainho

A distribuição destina-se a diferentes entidades privadas e organismos públicos. "Posteriormente são estas entidades que distribuem os preservativos masculinos junto das pessoas", explica fonte da Coordenação Nacional para a Infecção VIH/sida. Também a associação de combate à sida, Abraço, irá participar em acções de distribuição de preservativos junto de bares e discotecas, no período do Carnaval.

Apesar das previsões de chuva, continuam marcados os vários desfiles carnavalescos. Até terça-feira, são esperadas mais de 1,5 milhões de pessoas nas maiores festas. E, mais uma vez, a sátira marca presença em grande parte dos desfiles alegóricos, como em Loulé, onde está presente em 14 dos 20 carros. "Nunca tivemos tanta sátira como este ano. Podíamos fazer mais vinte carros se fosse preciso, tal é o estado do País", contou ao CM Paulo Madeira (‘Palhó’), responsável pela construção dos carros alegóricos há 13 anos.

SAMBA E PASSERELLE

Quatro escolas de samba, dez grupos apeados e um grupo de passerelle – estes são os números do Carnaval de Estarreja, que este ano conta com um orçamento reduzido e com a rainha Marina Mota, para atrair os foliões à cidade. "Muitos dos grupos e escolas de samba já começaram a trabalhar nas roupas em Novembro", explica Marcos Tavares, presidente da Associação do Carnaval de Estarreja. O orçamento para este ano ronda os 168 mil euros e são aguardados 20 mil visitantes hoje (e outros tantos na terça-feira). Pela primeira vez, o desfile, numa extensão de 900 metros, vai realizar-se em circuito fechado – a praça Francisco Barbosa foi vedada, para maior segurança dos foliões. O Carnaval de Estarreja tem as suas origens no final do século XIX.

CARNAVAL SINES FARO SAMBA DESFILES MILHÕES
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)