Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
5

1,6 toneladas de haxe apreendidas

As câmaras térmicas de visão nocturna da Unidade de Controlo Costeiro (UCC) da GNR voltaram a mostrar-se eficazes, na madrugada de ontem, ao interceptarem quatro homens a descarregarem cerca de 1600 quilos de pólen de haxixe na Barra de Faro. Os suspeitos, ao que o CM apurou, são dois mariscadores residentes em Olhão e dois espanhóis, todos jovens. A venda da droga poderia render perto de 15 milhões de euros.

28 de Outubro de 2012 às 01:00
Os 50 fardos de pólen de haxixe foram apreendidos pelos militares da UCC de Olhão
Os 50 fardos de pólen de haxixe foram apreendidos pelos militares da UCC de Olhão FOTO: Luis Costa

A operação iniciou-se por volta da 01h00, quando os militares da UCC detectaram um semi-rígido a chegar à costa, que se aproximava de duas embarcações mais pequenas. Através do sistema de visão nocturna conseguiram registar em tempo real o momento em que os homens iniciaram o descarregamento da droga para uma das embarcações.

Mas quando os militares partiram para o local os traficantes ainda tentaram fugir na embarcação vazia nos canais da Ria Formosa. "É possível que alguém os tenha avisado, pois os suspeitos deixaram a embarcação com droga à deriva e fugiram antes da patrulha os alcançar", acredita o capitão Jorge Gil, comandante do Destacamento de Controlo Costeiro de Olhão.

O que os traficantes não esperavam era que as autoridades tivessem montado um dispositivo de vigilância em terra, que lhes permitiu seguir todos os movimentos. Os suspeitos foram detidos a atracar em Olhão.

Os detidos estavam ontem, à hora de fecho desta edição, a ser ouvidos em tribunal.

TRÁFICO DROGA HAXIXE OLHÃO
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)