Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

17 anos por matar dono de restaurante (COM VÍDEO)

A mulher que matou o vizinho com um tiro de pistola nas costas por causa de barulhos da churrasqueira que ele tinha em frente à sua casa foi ontem condenada, pelo Tribunal de Peniche, a 17 anos e meio de prisão. O seu marido apanhou uma pena de seis meses, suspensa por um ano, por omissão de auxílio à vítima.
9 de Junho de 2012 às 01:00
Arguidos foram condenados
Arguidos foram condenados FOTO: carlos barroso

 Laura Maria, de 64 anos, foi também condenada a uma contra-ordenação de 1900 euros por detenção ilegal de arma - a pistola 6.35mm usada a 27 de Maio do ano passado para disparar três tiros, um dos quais atingiu mortalmente Paulo Martins, de 42 anos.

Ela e o marido, José Lourenço, de 69 anos, telefonaram 357 vezes para a GNR de Peniche a queixarem-se de barulhos do exaustor e do frigorífico e do movimento de viaturas e pessoas na churrasqueira "A Caseirinha", em Ferrel, mas as inspecções ao local nunca detectaram ruídos anómalos, pelo que começaram a ameaçar o proprietário, que a sexagenária viria a matar.

O tribunal determinou o pagamento de indemnizações no valor de 270 mil euros à viúva e dois filhos menores.

 

Peniche Homicídio Condenação
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)