Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Ladrões caem em cilada da polícia

Após dois dias a fazer um buraco, foram detidos quando tentavam realizar o assalto. Sujeitos a julgamento sumário, aguardam a decisão em liberdade.
Fátima Vilaça e Secundino Cunha 22 de Outubro de 2014 às 20:12
António Araújo, dono da ourivesaria, louva a ação da PSP, que conseguiu evitar o assalto e deter os ladrões, que tinham feito um buraco nas traseiras da loja
António Araújo, dono da ourivesaria, louva a ação da PSP, que conseguiu evitar o assalto e deter os ladrões, que tinham feito um buraco nas traseiras da loja FOTO: CMTV

Três ladrões foram apanhados pela PSP de Barcelos quando tentavam assaltar uma ourivesaria, através de um buraco que tinham feito numa loja das traseiras, que se encontrava vazia.

O trio, de nacionalidade romena, começou a fazer o buraco no sábado à noite, tapando com plásticos e papéis a frontaria vidrada da loja, e tencionava realizar o assalto na segunda-feira, algumas horas depois do encerramento da ourivesaria.

No entanto, na segunda-feira de manhã, o dono da loja estranhou os vidros tapados, uma vez que não tinha alugado o espaço a ninguém. Foi a casa buscar a chave, mas verificou que a fechadura havia sido mudada. Ao espreitar para o interior, reparou que ali havia um martelo pneumático, um maçarico e dois pares de luvas. Viu também que um buraco na parede. Falou com o dono da ourivesaria e, ambos, alertaram a PSP.

"A polícia disse-nos para agirmos com normalidade e que deixássemos o resto com eles. E a verdade é que fizeram um trabalho excecional", disse ao CM António Araújo, proprietário da ourivesaria, sublinhando que "se não fosse a ação da PSP de Barcelos estava desgraçado." A PSP iniciou a vigilância logo na segunda-feira de manhã, mas só atuou e deteve o trio doze horas depois, pelas 21h00, quando um dos ladrões abriu a porta da loja.

Os detidos foram ontem presentes ao Tribunal de Barcelos e, de imediato, sujeitos a julgamento sumário. Mas, por determinação do juiz e para surpresa da PSP, do ourives e do proprietário da loja, vão aguardar a decisão em liberdade.

ladrões cilada polícia PSP Barcelos António Araújo Tribunal crime
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)