Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1

Militares salvam mulher da morte

Vítima caiu de uma altura de 10 metros e não morreu devido à pronta intervenção da patrulha.
Isabel Jordão 22 de Outubro de 2014 às 15:32
Guardas Reis Valentim e Pedro António no local onde salvaram a mulher que estava em apuros
Guardas Reis Valentim e Pedro António no local onde salvaram a mulher que estava em apuros FOTO: Rui Miguel Pedrosa

Dois militares do posto da GNR de Tomar salvaram uma mulher de 58 anos, residente naquele concelho, de morrer afogada na barragem de Castelo de Bode, na semana passada. Instantes antes de ter caído à água, de uma altura de dez metros, a mulher foi vista a caminhar junto ao muro.

Os guardas Reis Valentim e Pedro António estavam de patrulha na zona da Sabacheira quando foram enviados para a barragem. Seguiram em marcha de urgência e viram "uma pessoa a boiar na água", contou ao CM Reis Valentim, adiantando que desceram umas escadas que terminam à beira da água.

"O meu instinto foi chegar à senhora e puxá-la para a margem", disse Pedro António, que se atirou à água depois de despir a farda e descalçar as botas. "Fui a nado até à vítima, que ficou bastante satisfeita quando viu que estava alguém perto dela", disse o guarda principal, adiantando que a mulher estava "bastante cansada e com dificuldade em se manter à tona da água. Mais uns minutos sozinha e talvez não se conseguisse retirá-la com vida".

Já na margem, a mulher disse que "tinha caído". Foi assistida por uma equipa dos Bombeiros Municipais de Tomar e, depois de ter sido aquecida, por estar em hipotermia, foi para o hospital.

Guarda Reis Valentim Pedro António GNR Tomar Castelo de Bode Sabacheira
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)