Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1

Roubam e destroem em colégio privado

Colégio não dispõe de sistema de videovigilância.
Fátima Vilaça e Secundino Cunha 21 de Abril de 2016 às 12:10
Cenário de destruição deixado pelos assaltantes
Cenário de destruição deixado pelos assaltantes FOTO: DR
Janelas arrombadas, uma porta partida, três máquinas destruídas e vários objetos espalhados pelo chão. Foi este o cenário encontrado esta quarta-feira de manhã pela funcionária que abriu as portas do Colégio de Fornelos, em Fafe. A GNR esteve no local e suspeita de que os autores dos atos de vandalismo sejam os mesmos jovens que nos últimos dias têm levado a cabo vários roubos. Devido ao assalto, as aulas começaram esta quarta-feira mais tarde para os 700 alunos da instituição.

"A auxiliar que abriu as portas de manhã e ligou-me bastante aflita, a dizer que estava tudo fora do sítio e que havia uma porta arrombada", descreveu ao CM Ana Pinheiro, diretora Pedagógica da Associação Cultural e Recreativa de Fornelos, em Fafe.

O assalto aconteceu durante a madrugada sem que ninguém nas redondezas se tenha apercebido. Os assaltantes - que a GNR suspeita ser um grupo de jovens - entraram por uma janela da biblioteca, que estroncaram, ao que tudo indica, com um pé de cabra. Rebentaram depois a porta que dá acesso aos corredores e andaram à vontade. "Levaram dois computadores da sala dos professores e depois levaram o conteúdo das máquinas de comida e bebidas do refeitório e da sala de convívio", explicou ao CM a mesma responsável. O alarme não estaria ligado e a instituição não tem outro sistema de segurança. "Vamos instalar agora a videovigilância para precaver situações futuras", adiantou Ana Pinheiro.

Colégio de Fornelos GNR Ana Pinheiro Fornelos educação assalto
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)