Sub-categorias

Notícia

Condenado a 19 anos por matar e esconder cadáver da namorada

"Poderia ser 25 anos, mas fossem 25 ou fossem 19, nada apaga aquilo que o senhor fez", disse juíza.
Por Lusa|14.03.18
O Tribunal de Faro condenou esta quarta-feira a 19 anos e quatro meses de prisão o homem que matou a namorada e ocultou o cadáver no quarto por mais de 24 horas, em Faro, em setembro de 2016.

Após a leitura do acórdão, a juíza que presidiu ao coletivo durante o julgamento dirigiu-se a Miguel Silva, classificando o crime como "hediondo" e "incompreensível", apesar de o tribunal não ter condenado o arguido à pena máxima de 25 anos.

"Poderia ser 25 anos, achámos que não, mas fossem 25 ou fossem 19, nada apaga aquilo que o senhor fez", sublinhou, acrescentando que o crime que Miguel Silva, de 38 anos, cometeu, destruiu uma série de vidas, inclusive a sua.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!
Comentário mais votadoEscreva o seu comentário
  • De jotana14.03.18
    Deviam ser eles a limpar os terrenos das zonas exigidas por lei uma vez que os habitantes são idosos e já com poucas forças. Ponham esses malandros a trabalhar de sol a sol para sentirem o que custa. E até seria um modo de os disciplinar. Para além da prisão, claro.
1 Comentário
  • De jotana14.03.18
    Deviam ser eles a limpar os terrenos das zonas exigidas por lei uma vez que os habitantes são idosos e já com poucas forças. Ponham esses malandros a trabalhar de sol a sol para sentirem o que custa. E até seria um modo de os disciplinar. Para além da prisão, claro.
    Responder
     
     0
    !