Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

22 assaltos sem serem apanhados

Depois de 21 assaltos em que os alvos foram caixas multibanco, rebentando a parede em volta com máquinas retroescavadoras roubadas, entre o Alentejo e o Algarve, ontem de madrugada o plano era mais arrojado. E apetecível, os 80 mil euros na caixa-forte do Millennium BCP em Portalegre. Conseguiram, mas não contavam com o mau tempo e atolaram o carro da fuga, quando levavam o cofre do banco. O gang falhou o 22º roubo milionário – mas, mais uma vez, escapou para Espanha sem ser incomodado pela polícia.
31 de Maio de 2011 às 00:30
Os assaltantes destruíram com uma retroescavadora a parede do banco, na zona industrial. Depois levaram o cofre-forte para um terreno agrícola a dois quilómetros de distância, mas já não tiveram tempo para o rebentar
Os assaltantes destruíram com uma retroescavadora a parede do banco, na zona industrial. Depois levaram o cofre-forte para um terreno agrícola a dois quilómetros de distância, mas já não tiveram tempo para o rebentar FOTO: Nuno Veiga / Lusa

O crime ocorreu pela 01h00 e estava a correr bem até à fuga, depois de rebentada a parede do banco com a retroescavadora e roubado o cofre-forte. Fugiram, mas um carro ficou atolado na lama, ao fim de dois quilómetros, e, pressentindo a proximidade da PSP, não hesitaram em abandonar tudo. Fugiram a pé e foram roubar um outro carro para a fuga.

"Eles ainda tentaram arrombar o cofre com a máquina mas já não tiveram tempo", disse ao CM fonte da PSP, que entretanto tinha recebido um alerta da central de alarmes.

O gang, que começou a atacar a 14 de Janeiro de 2010 (ver cronologia dos assaltos) e desde então é investigado pela PJ de Faro, sem sucesso, voltou a pé de uma zona descampada até Portalegre onde, no bairro dos Assentos, ao pé do banco que tinham assaltado, roubaram em segundos um carro para a fuga. Depois, "terão escapado pela EN246 que liga Portalegre a Elvas", acrescenta a mesma fonte.

Nesta última cidade, o grupo abandonou o veículo e dirigiu-se a um stand, onde furtou mais dois carros, um Citröen C3 e um C4. Por último, seguiram para Espanha – país de onde partem para cada assalto. Serão do leste europeu ou até espanhóis, mas a PJ ainda não os terá identificado.

Ontem, no banco, "ficou tudo partido. Devem ter escolhido o cofre porque estas paredes têm um aspecto frágil", disse um cliente.

NOVE ATM ATACADOS À BOMBA

Em três semanas, um outro gang atacou à bomba nove caixas ATM. O último caso conhecido ocorreu na última quarta-feira, no Hotel Isidro, em Setúbal, depois de terem falhado o assalto a uma outra máquina multibanco em Aveiro. Esta é, aliás, uma das marcas do grupo – atacar de norte a sul do País.

O primeiro ataque ocorreu a 4 de Maio, em Vila Franca de Xira, seguido de Alcobaça, a 10 e 12, Nazaré (a 14), Torres Vedras (19), Setúbal e Póvoa de Varzim (20), Amarante (24) e novamente em Setúbal, a 25. O grupo usa gás acetileno para fazer explodir máquinas e levar milhares de euros em dinheiro.

PORTALEGRE ASSALTOS ATM BOMBA GANG
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)