Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

230 anos da Casa Pia assinalam despedida de presidente

A Casa Pia de Lisboa assinala este sábado os 230 anos, num dia que é de despedida para a actual presidente da instituição, Joaquina Madeira. Na sessão solene, a ministra do Trabalho e Solidariedade Social, Maria Helena André, não quis deixar de referir o contributo de Joaquina Madeira para a transformação da instituição que em Novembro de 2002 foi seriamente abalada com o escândalo de pedofilia.
3 de Julho de 2010 às 17:42
Ministra Helena André confirmou direcção de Cristina Fanqueiro
Ministra Helena André confirmou direcção de Cristina Fanqueiro FOTO: Lusa/Tiago Petinga

Joaquina Madeira irá ser aposentada "para se dedicar à família e em particular aos netos", referiu Maria Helena André, que confirmou que a direcção da Casa Pia será assumida por Cristina Fanqueiro, actual directora do Departamento de Desenvolvimento Social do Instituto de Segurança Social.

As comemorações tiveram início com uma homenagem aos fundadores da Casa Pia de Lisboa, criada em 3 de Julho de 1780 por Diogo Inácio de Pina Manique. Após a missa campal, celebrada pelo bispo auxiliar de Lisboa, D. Joaquim Silva Mendes, alunos e professores reuniram-se num almoço, no Colégio D. Maria Pia, em Xabregas.

À tarde decorrem várias manifestações artísticas de teatro, dança e fotografia, terminando o dia com o Jantar Casapiano no refeitório do Colégio Pina Manique.
Dentro de um mês será lida a sentença do processo de abusos sexuais sobre 32 crianças, em que sete suspeitos (Carlos Silvino, Carlos Cruz, Manuel Abrantes, Jorge Ritto, Hugo Marçal, Ferreira Diniz e Gertrudes Nunes) são julgados.

O escândalo obrigou a uma reforma profunda da acção do Estado na protecção das crianças sem família. "Hoje as crianças em regime de acolhimento são observadas minuto a minuto", referiu a secretária de Estado-Adjunta e da Reabilitação, Idália Moniz.

A Casa Pia conta hoje com 336 crianças em acolhimento. Dois meses antes do escândalo de pedofilia eram 654, o que traduz uma redução de 49 % em oito anos. A nível nacional o número de crianças institucionalizadas caiu 38%, em apenas três anos, passando de 15700 para 9700.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)